sábado 22 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Polícia confirma a morte de suspeitos de terem matado policial em Ferraz

Casos foram registrados na Delegacia Central de Itaquá

25 junho 2019 - 11h54Por de Itaquá

A Polícia Civil confirmou a morte de dois suspeitos, em Itaquaquecetuba, que estavam envolvidos na morte de um policial militar, no início da tarde de segunda-feira (24), em Ferraz de Vasconcelos. Um terceiro suspeito também foi morto após troca de tiro com a Polícia Militar (PM). Os casos foram registrados na Delegacia Central de Itaquá.

Os suspeitos foram mortos em lugares diferentes, mas próximos um do outro.

O primeiro caso aconteceu na Rua Millena Freitas dos Santos, no Jardim do Carmo, em Itaquá. Por volta das 18h30, policiais militares receberam chamado para verificar uma denúncia anônima, a qual informava que em uma residência do local estaria um dos suspeitos envolvidos na morte do policial, na tarde de segunda-feira, em Ferraz. Ao chegarem no local, escutaram um barulho e, em seguida, avistaram dois indivíduos, que fugiram para uma casa atrás da que estavam. Os policiais os seguiram e, já na segunda casa, um dos suspeitos realizou um disparo contra a polícia. Em defesa, os policiais revidaram e acertaram um dos suspeitos, de 19 anos, que caiu e foi preso. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas o suspeito morreu no local. Além da ocorrência, na primeira casa em que os suspeitos estavam, foram encontrados 11 celulares e uma moto de produto de roubo. A arma que o suspeito usava, uma calibre 38 com 11 cartuchos, foi apreendida.

Já o segundo caso ocorreu na Travessa Suzano, localizada no Jardim Valparaiso. Por volta das 19h10, policiais militares também foram verificar denúncia anônima de que outro suspeito envolvido na morte do policial de Ferraz estaria no local. De acordo com a polícia, ao chegarem no local foram recebidos a tiros. Houve troca de tiros entre a polícia e o suspeito, que foi baleado. Ele chegou a ser socorrido com vida, mas morreu no Hospital Santa Marcelina do Itaim. A arma que o suspeito usava, uma calibre 40, foi apreendida com 8 cartuchos.

O terceiro suspeito também foi morto na Travessa Suzano, mas em um ponto diferente. Por volta das 20h30, policiais tentaram deter um indivíduo armado, que havia fugido pulando muros de residências. Após ouvirem grito de socorro, de um morador, e também escutarem barulho de telha quebrando, os policiais encontraram o suspeito. O indivíduo atirou contra a polícia, que revidou. O suspeito, de 18 anos, foi baleado e morreu no local. A arma, uma calibre 38, foi apreendida com um cartucho.

Caso

Um policial militar morreu, no início da tarde de segunda-feira (24), após ser baleado na cabeça durante troca tiro com bandidos que roubavam uma casa em Ferraz de Vasconcelos. Os criminosos fugiram e o helicóptero Águia da Polícia Militar (PM) sobrevoou a região do local em busca dos indivíduos.

O policial da Rocam realizava patrulhamento junto à outro policial pela Rua Valter Miranda Bitencourt, no Jardim Margarida, quando flagraram dois bandidos assaltando uma casa. Neste momento, houve troca de tiros.

O policial foi atingido com um tiro na cabeça. Em seguida os criminosos fugiram em um carro.

O policial foi socorrido para o Pronto-Socorro (PS) do Hospital Regional de Ferraz e depois foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, pelo Águia da PM. No entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.