terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Homicídio

Polícia investiga suspeito de atirar e matar policial em Ferraz

PM pertencia à Força Tática 35º Batalhão de Itaquaquecetuba

05 julho 2017 - 13h06Por Marcus Pontes - De Ferraz

A Polícia Civil iniciou as investigações da morte do policial militar Vladimir Jablonsky Fernandes Junior, de 29 anos. Quatro pessoas foram interrogadas nesta quarta-feira (5) na Delegacia Central de Ferraz de Vasconcelos. As informações sobre o assassinato já apontam para um suspeito de ter efetuado os disparos. O PM foi executado em frente a uma pizzaria, na terça-feira à noite (4), na Rua Roberto Cavazana, no Parque Dourado, em Ferraz. 

Junior pertencia à Força Tática do 35º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana (BPM/M) de Itaquaquecetuba. Ele estava de folga quando foi assassinado. De acordo com o delegado do Setor de Homicídios, Eduardo Boigues, o policial foi até o estabelecimento para buscar uma pizza. Enquanto aguardava, um criminoso atirou de três a quatro vezes nas costas do policial.

Depois dos disparos, o suspeito fugiu em direção a uma viela próxima ao estabelecimento. O PM chegou a ser levado ao Hospital Regional Doutor Osíris Florindo Coelho. Contudo, em razão da gravidade dos ferimentos, não resistiu e morreu. No momento do assassinato, o policial estava com a pistola da corporação, que não foi roubada.

Boigues pede que a população passe informações sobre o possível paradeiro do autor dos disparos. Disse ainda que a participação popular é imprescindível. "Pedimos que o munícipe de Ferraz, ou da região, que souber sobre o crime denuncie. Ligue no Disque-Denúncia, por meio do número 181. É de suma importância a participação popular", enfatizou.

Até o fechamento desta reportagem, a polícia verificava informações sobre o possível autor dos disparos.

As investigações serão coordenadas pelo Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes.