terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Alckmin recebe abaixo-assinado que pede ajuda para o Guido Guida

Governador disse que a Secretaria de Estado da Saúde já foi orientada a ajudar a administração de Poá

16 agosto 2017 - 12h05Por De Poá
O prefeito de Poá, Gian Lopes (PR), e o deputado estadual, André do Prado (PR), entregaram na tarde de terça-feira (15), no Palácio dos Bandeirantes, o abaixo-assinado, com mais de sete mil assinaturas de poaenses, que pede apoio do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para que o Hospital Municipal Guido Guida não seja fechado. Com o documento em mãos, o governador disse que a Secretaria de Estado da Saúde já foi orientada a ajudar a administração municipal. 
 
Também acompanhou a atividade em São Paulo, o vereador Mario de Oliveira (PPS), o Marinho do Jornal - responsável por elaborar o documento -, e o vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá.
 
"A gente não quer hospital fechado, mas é importante que haja mudanças na operação para que o local se adeque aos tempos mais difíceis e os técnicos da Saúde darão o apoio necessário neste processo", disse Alckmin. 
 
O prefeito Gian Lopes destacou que o documento reflete a opinião pública da população local. "Os poaenses entendem a necessidade de manter o Hospital Guido Guida em atividade. Graças ao deputado André do Prado, nós estamos aqui para reforçar ao governador que o Estado precisa intervir em favor do Alto Tietê, já que 35% dos pacientes que usam a unidade são de outras cidades da região e até do extremo leste da capital. O doutor David Uip (secretário estadual) disse que não quer fechar hospitais, pois eu vou além e digo que nós não podemos fechar porque seria algo de muito impacto para nossas cidades”.
 
A busca por ajuda a Poá se deve às mudanças, aprovadas pelo Congresso Nacional, nas normas que definem o repasse do Imposto Sobre Tributos (ISS) sobre transações financeiras. Antes, os recursos eram passados apenas à cidade sede da instituição bancária, mas, a partir de agora, eles serão destinados aos municípios em que as operações acontecerem. Em Poá, o Itaú representava aproximadamente 40% de toda a receita corrente. 
 
“É um pedido importante da população de Poá. A cidade espera que o hospital continue em funcionamento, basta ver a grande adesão que o abaixo-assinado teve. O governador Alckmin e o secretário estadual de Saúde, David Uip, têm conhecimento da complexidade do caso e também da urgência da cidade em receber apoio para que o Guido Guida não feche as portas. Nós continuamos a chamar a atenção do Estado porque a população não pode pagar o preço por decisões tomadas de tão longe", avaliou André do Prado.
 
A unidade de saúde conta com 24 leitos e atende, por ano, 150 mil pessoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também