Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 14 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2019
PMMC DENGUE
CENTRO ONCOLÓGICO
Região

Alto Tietê possui 6.883 advogados com registro na OAB

Informações são do portal da transparência da OAB de São Paulo

Por Fernando Barreto - da Região17 NOV 2019 - 10h00
OAB de SuzanoFoto: Sabrina Silva/DS
O Alto Tietê possui, aproximadamente, 6.883 advogados registrados na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). As informações são do portal da transparência da OAB de São Paulo. 
 
Os números sobem para 7.086, quando somados também o número de estagiários e advogados suplementares em atividade nas cidades.
 
Segundo o levantamento realizado pela reportagem, Mogi das Cruzes possui 2.887 advogados em exercício, o que coloca a cidade em primeiro na região. Do total dos profissionais, 1.422 são mulheres e 1.465 são homens.
A OAB ressalta que os dados de Mogi são somados com os números de Guararema e Biritiba-Mirim.
 
Em segundo lugar aparece Suzano, com 1.028 advogados em exercício. Esse número se divide em 501 são mulheres e 527 são homens.
 
Na terceira posição aparece Itaquaquecetuba, com 547 advogados inscritos na OAB. Sendo 254 mulheres e 293 homens. 
 
Poá e Arujá aparecem, respectivamente, na quarta e quinta posição. As duas cidades são as únicas que apresentam mais advogadas mulheres do que advogados. Poá registra 433 advogados registrados, sendo 218 mulheres e 215 homens.
 
Arujá possui 403 advogados com registro na OAB, sendo 229 mulheres e 174 homens. Enquanto Ferraz de Vasconcelos e Santa Isabel aparecem nas últimas posições, com 348 e 206 advogados, respectivamente.
Ferraz registra 163 mulheres e 185 homens. Já Santa Isabel apresenta 101 mulheres e 105 homens com registros na OAB.
 
Salesópolis tem seus registros somados à OAB de Jacareí, que apresenta 1.031 advogados em exercício. 
 
Crescimento
 
Segundo informações divulgadas pela Fenalaw, plataforma de conteúdos e de negócios da América Latina, até 2023 o número de advogados será de pelo menos 2 milhões de profissionais.
 
A plataforma informa que atualmente, o país possui 1.237.932 advogados em exercício. Para o presidente da OAB de Mogi das Cruzes, Biritiba e Guararema, Dirceu Valle, o aumento não será muito drástico assim. Ele afirma que "dobrar o número atual de advogados em quatro anos, é bem difícil". E completa, afirmando que a grande quantidade de faculdades acaba aumentando esse número.
 
"O Brasil tem mais faculdades de Direito do que o mundo inteiro (ele afirmou a informação e disse que poderia ser creditada a ele). A prova da Ordem aprova apenas 15% ou 20% dos recém formados", disse. O presidente da OAB de Itaquaquecetuba, Jairo Saturnino, compartilha das opiniões de Dirceu. Para Jairo, o grande número de faculdades de Direito no país, que as vezes não levam a sério o curso. 
 
"O que temos hoje são muitas universidades, mas a área precisa de atenção, precisa ser bem ensinada. Então, vejo com preocupação o alto índice de profissionais (se referindo a 2 milhões)", disse.
 
Ele completa, dizendo que "mesmo com muitos profissionais, o mercado possui muitas áreas, então os advogados precisam sempre estar se atualizando e estudando diversos campos do Direito".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias