Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 11 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2017
mrv

Alto Tietê prevê R$ 3,1 bi de orçamento das cidades para 2018

Dados são referentes a Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Poá, Suzano e Mogi das Cruzes

Por Lucas Lima - DA REGIÃO08 OUT 2017 - 10h50
Cidade mogiana é a que terá maior orçamento entre as demaisFoto: Arquivo/DS
Os municípios da região têm previsão de R$ 3,1 bilhão de Orçamento para 2018. Em comparação ao valor deste ano, a despesa diminuiu mais de R$ 65 milhões, já que em 2017 o orçamento foi de R$ 3,204 bilhões e no próximo ano será de R$ 3,138 bilhões. Os dados são referentes a Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Poá, Suzano e Mogi das Cruzes (veja detalhes na tabela ). 
 
Cidade Orçamento 2017  Previsão 2018
Arujá R$ 260,56 milhões

R$ 278,098 milhões

Ferraz de Vasconcelos R$ 310 milhões

R$ 305 milhões

Guararema R$ 192 milhões

R$ 174 milhões

Poá R$ 467 milhões

R$ 369,2 milhões

Suzano R$ 713,107 milhões

R$ 789,077 milhões

Mogi das Cruzes R$ 1,262 bilhão

R$ 1,223 bilhão

Total R$ 3,204 bilhões

R$ 3,138 bilhões

 
 
Em Suzano, o orçamento aumentou aproximadamente 50%. Isso porque previsão do orçamento da cidade em 2018 é de R$ 789,077 milhões. Neste ano, a Lei Orçamentária Anual (LOA) foi de R$ 713,107 milhões. Os principais projetos, de acordo com a Secretaria de Planejamento e Finanças e da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos são a Arena Multiuso do Parque Municipal Max Feffer, o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do Casa Branca, a Escola Municipal (E.M.) Ana Maria Barbosa - no Parque Maria Helena-, a creche do Miguel Badra Baixo, a ciclovia na Avenida Vereador João Batista Fittipaldi, Unidades Básicas de Saúde (UBS's) do Jardim Brasil, do Jardim Suzanópolis, Jardim Revista e reforma gradativa de 20 unidades de saúde. Segundo a pasta, a administração também conseguiu nos primeiros nove meses da nova gestão diminuir a dívida do município de R$ 172,5 milhões para R$ 112 milhões. Assim, o órgão acredita que sobra mais recursos para investimentos no município.
 
Na cidade mogiana, a proposta orçamentária para 2018 encaminhada à Câmara para análise e votação prevê R$ 1.223.574.957,00, valor referente apenas à Prefeitura. A estimativa de receita do Executivo para este ano, que consta na LOA de 2017 é de R$ 1,262 bilhão. No entanto, devido à crise econômica nacional, com queda de arrecadação nos municípios, uma reestimativa foi feita em agosto, e apontou uma redução de em torno de R$ 102 milhões na receita, em relação ao previsto no fim de 2016. A expectativa atual é de que a cidade possa fechar 2017 com uma receita de aproximadamente R$ 1,160 bilhão, e não mais de R$ 1,262 bilhão. A meta do município é manter o funcionamento de todos os serviços e concluir obras importantes que estão em andamento. Como por exemplo, a Avenida das Orquídeas, que será a nova ligação viária entre Mogi das Cruzes e Suzano, além da construção de novas creches.
 
Em Arujá, a LOA deste ano, aprovada em dezembro de 2016 pelo Legislativo, é de R$ 260,56 milhões. Já o projeto que estima a receita e a despesa de 2018 prevê um valor de R$ 278,098 milhões. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias