quinta 23 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Bolsa Família cresce 6,28% e beneficia 138 mil do Alto Tietê

Número de beneficiados cresceu na região

31 março 2024 - 09h00Por Guynever Maropo da Redação

O total de beneficiados pelo Bolsa Família no Alto Tietê cresceu 6,28% de março de 2023 para 2024. Os dados são do Consulta, Seleção e Extração de Informações do CadÚnico (Cecad) do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS). Em 2023, 130.112 famílias estavam cadastradas no programa. Neste ano houve o acréscimo de 8,1 mil famílias, totalizando 138.296 moradores que recebem o benefício.


O governo federal destinou R$ 93,3 milhões de recursos. Os valores são correspondentes ao pagamento do programa no mês de março.


No dia 15 começou o pagamento de março do programa. Nesta sexta-feira (22), o benefício caiu para cadastrados com o Número de Identificação Social (NIS) de final 6.
O Calendário de pagamento deste mês vai até o dia 28, de acordo com a agenda divulgada pelo ministério.


A gestão do programa é feita pelo MDS, e a Caixa Econômica Federal executa os pagamentos.
Para receber o Bolsa Família, as informações da família precisam estar atualizadas no Cadastro Único (CadÚnico).

Cidades
 

Mogi das Cruzes teve uma redução de 2,15%, ou seja, 788 famílias foram excluídas do programa de 2023 para 2024. Em 2023 tinha 36.485 moradores e neste ano são 35.697 beneficiários do programa, ao todo a cidade recebe R$ 23,7 milhões e a média por família fica em R$ 664,62.
Itaquaquecetuba teve uma adição de 42,56% de novos beneficiários do programa. Em 2023, apenas 23.859 moradores recebiam e neste ano são 34.015 beneficiários, a média é de R$ 689 por famílias. O município recebeu R$ 23,4 milhões de repasse.


Suzano também aumentou a quantidade de beneficiários. No ano passado, 23.620 famílias receberam o pagamento e neste ano o número cresceu para 25.014 famílias. O repasse da cidade corresponde a mais de R$ 16,9 milhões e uma média de R$ 678,17
Ao contrário de Suzano, Ferraz de Vasconcelos sofreu uma redução de beneficiários na cidade. Em 2023, 16,7 mil famílias participaram do programa e neste ano o número caiu para 15,3 mil. O total de repasse é de R$ 10,3 milhões de recursos. É em média R$ 677 por família.


Poá foi outra cidade que sofreu uma redução do programa. No ano anterior tinha 10,9 mil beneficiários e o número reduziu para 9,8 mil moradores. O recurso é de R$ 6,5 milhões com a distribuição em média de R$ 662 por família.


Arujá adicionou 143 novas famílias de um ano para outro. Em 2023 a cidade contava com 7.128 beneficiários e neste ano o número subiu para 7.271. O recurso chega a mais de R$ 4,8 milhões e corresponde à média de R$ 664 por família.


Santa Isabel também aumentou a quantidade e de beneficiários na cidade. Foram adicionadas 244 famílias neste ano e chegaram a 4,1 mil famílias que receberam o pagamento. O recurso é de R$ 2,7 milhões para uma média de R$ 657.


Biritiba-Mirim teve 200 famílias excluídas do programa neste ano. No ano anterior eram 3.271 famílias e neste ano o número chega a 3.071 beneficiários. O pagamento é de R$ 2 milhões de recursos, a média paga é de R$ 674.


Guararema excluiu 390 famílias neste ano. Em 2023 eram 2.974 e neste ano são 2,5 mil beneficiários. É destinado um recurso de R$ 1,6 milhão pago em média R$ 655.
Salesópolis adicionou 65 novas famílias. No ano anterior eram 1.194 e esse ano 1.259 famílias. O recurso chega a R$ 875,5 mil e uma média de R$ 695 por família.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também