sábado 15 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Chegada do ‘Garupa’ pode acirrar disputa por passageiros

18 abril 2019 - 14h23Por da Região
Um novo aplicativo de transportes, o Garupa, busca implantação na região e deve acirrar disputar por passageiros. Pode ser instalado, inicialmente, em Poá e Ferraz de Vasconcelos. 
 
O serviço prestado se assemelha aos já conhecidos Uber, Cabify e o 99 Táxi, e de acordo com o sócio-operador da região, Marcos José Avelino, o aplicativo conta com diferenciais que se destacam dos demais concorrentes. 
 
"Além de ser uma viagem mais barata, nossos serviços incluem o Garupa Pet, Garupa Objeto, Garupa Kids, o Garupa Executivo e o Garupa Empresas. Além disso, a taxa de repasse do valor para o motoristas é superior, garantindo um lucro maior", explica Avelino. "Também vamos firmar uma parceria com a Apae de cada cidade, para que R$ 0,30 de cada viagem seja destinado à associação", acrescenta. 
 
O próprio cargo de Avelino é um destaque da empresa; os sócio-operadores são os gestores de cada cidade ou região. Cabe ao cargo a captação de motoristas, elaboração de treinamentos e reuniões. Além disso, cabe ao sócio cuidar da promoção, divulgação e ações de engajamento. Como resultado, recebe 50% do lucro gerado na região que atende. Já os motoristas ficam com 80% do valor das corridas.
 
Outra característica que deve diferenciar o Garupa de outros aplicativos é a obrigatoriedade de um atestado de antecedente criminal para os motoristas. "Todos terão de apresentar esse documento, se não, não podem se credenciar para atuar na região", garante. 
 
Inicialmente, o aplicativo será implantado no Alto Tietê para depois atingir outras regiões do Estado de São Paulo e por fim, a Capital. Poá e Ferraz estão na fase de credenciamento de motoristas. A ideia é começar com 50 motoristas credenciados em cada cidade. "Esse é o primeiro passo. O segundo é fazer campanhas para apresentar o Garupa aos passageiros. Assim que tivermos um bom retorno, vamos expandir para Suzano, Mogi e as demais cidades da região", conta. 
 
Segundo Avelino, o processo de autorização para atuar no município consiste em reuniões com a secretaria de transporte de cada cidade. 

Deixe seu Comentário

Leia Também