sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Cidades da região registram 4 mortes de meningite neste ano

04 junho 2017 - 08h00

Quatro mortes de meningite foram registradas no Alto Tietê. As vítimas são das cidades de Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos e Mogi das Cruzes. Neste ano, até o momento, 39 casos da doença foram notificados, incluindo Poá. Destes, 20 foram contabilizados positivos. Em Suzano, foram notificados nove casos positivos. Um deles houve a morte de um adolescente, de 16 anos, que contraiu a doença após um tratamento dentário. A Secretaria de Saúde informou que se ocorrer algum caso de morte em que a vítima é infectada por um dos dois tipos de bactéria que exige-se bloqueio, os profissionais da saúde aplicam a medicação necessária aos familiares e pessoas com as quais a vítima manteve contato íntimo para impedir a proliferação da doença. O caso de óbito registrado na cidade suzanense não se encaixa nestes dois tipos. Além disso, a Vigilância Epidemiológica esclareceu que todos os profissionais da rede estão capacitados para identificar e dar o devido tratamento a todos os pacientes que apresentarem quadro de meningite. Em Ferraz, a administração esclareceu que desde o início do ano houve sete casos de meningite notificados. Destes, um caso foi contabilizado óbito e quatro foram positivos de tipos diferentes da doença. Nenhum caso suspeito foi computado. Na cidade, as ações de orientações da Secretaria de Saúde são continuas. A prevenção é por meio da vacina Meningo C, recomendado a faixa etária de três e cinco meses e um reforço aos 12 meses. Além disso, a imunização foi introduzida a partir de janeiro a faixa etária de 12 a 13 anos com um reforço ou dose única de acordo com a situação vacinal. Na cidade de Mogi, de janeiro a abril, 15 casos de meningite foram registrados, sendo que dois eram de meningocócica, onde um deles foi notificado uma morte. E em Itaquaquecetuba, 12 casos foram confirmados neste ano. Deste, houve uma morte. Em 2016, a Prefeitura contabilizou 37 casos da doença. Poá, até o momento, registrou oito casos de meningite. Destes, cinco tiveram confirmação da doença e os outros três foram descartados. Já em Guararema, até o momento, não foram registrados casos da doença em 2017. CUIDADOS O médico e presidente da Associação Paulista de Medicina (APM), Dino Giordan, disse quais cuidados são necessários para prevenção . "Para evitar uma endemia é essencial evitar ficar em locais fechados sabendo que há pessoas com a doença. Além disso, não deixar doenças evoluírem. Para os pacientes que não tem defesa natural boa, como idosos, crianças e até mesmo pessoas com Aids, devem ter o cuidado redobrado", explicou. Outras dicas são: redobrar os cuidados com higiene e limpeza, além de procurar assistência médica sempre que houver algum sinal ou sintoma suspeito; manter boa ventilação de ambientes; evitar aglomerações de pessoas em casa, locais de trabalho, ônibus, salas de aula; manter uma boa alimentação; higienizar as mãos com frequência; não tossir ou espirrar sem o uso de lenços descartáveis; não compartilhar objetos e alimentos e manter ambientes com ventilação adequada.

Deixe seu Comentário

Leia Também