terça 18 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Manutenção

Cinco estradas vicinais serão atendidas por mutirão em Mogi

Estradas receberão reparos nos trechos críticos e a previsão é que sejam utilizadas mil toneladas de material

05 abril 2019 - 23h56Por de Mogi
Neste final de semana, a frente de manutenção de estradas vicinais do “Cuida+Mogi” vai atender cinco vias rurais das regiões de Biritiba Ussu e Taiaçupeba. As estradas receberão reparos nos trechos críticos e a previsão é que sejam utilizadas mil toneladas de material, entre rachão e bica corrida.
 
Serão contempladas pelo mutirão as estradas Watanabe, Rio Grande, estrada da Adutora, Estrada do Sepa e Estrada São Lázaro. 
 
As equipes terão como maquinário quatro motoniveladoras, quatro retroescavadeiras, duas pa carregadeiras, uma escavadeira hidráulica e oito caminhões.
 
Além da força-tarefa deste sábado (6) e deste domingo (7), as equipes seguirão atuando ao longo da próxima semana em diversas estradas vicinais. Estão na programação a Estrada do Shida, Estrada do Gavião, Estrada do Pigato, Estrada do Shibata, Estrada do Hirata, Estrada Hayama, Estrada do Cordeiro, Estrada do Leste, Estrada Kamakuza, Estrada Komatsu, Estrada do Esplanada, Estrada do Najar e Estrada Xangri-La.
 
O Cuida+Mogi Estradas Vicinais foi uma nova frente de zeladoria criada pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, com o objetivo de sanar os problemas que normalmente são registrados em estradas vicinais no período de chuva.
 
No último final de semana, foram atendidas estradas da região da Vila Moraes, Biritiba Ussu e Capelinha. Receberam os reparos as seguintes vicinais: Estrada do Arlindo, Estrada Fazenda Cuiabá, Estrada Santa Rita, Estrada Hanada, rua Francisco Ruiz Pacco, Estrada da Capelinha I e II, Estrada do Cordeiro e Estrada Rio Grande.
 
Vale lembrar que os trabalhos desse mutirão são focados na correção dos trechos críticos das estradas. Eles não compreendem, portanto, a extensão total das vias atendidas. Ao longo da semana, as equipes vistoriam as estradas, identificam os pontos mais comprometidos e, com base nisso montam a programação do final de semana.

Deixe seu Comentário

Leia Também