sábado 24 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

'Cinturão eletrônico' tem 669 câmeras

Guararema é o município que tem mais câmeras; dados são referentes a oito cidades. Expectativa é aumentar a proteção nos municípios

05 fevereiro 2023 - 10h00Por Daniel Marques - de Suzano
O Alto Tietê possui atualmente 669 câmeras de monitoramento espalhadas em oito cidades. A ideia é ampliar esse número, podendo chegar a até 990, conforme apontam as projeções das cidades.
 
Os dados são referentes a Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano. Os municípios de Salesópolis e Santa Isabel não responderam aos questionamentos feitos pela reportagem.
 
Guararema é a cidade que tem mais câmeras: 220. Depois vem Mogi das Cruzes, que tem 115 para fazer o monitoramento do município, mas a Prefeitura informou que 30 novas câmeras foram adquiridas para monitoramento do trânsito e auxílio na segurança da cidade. 
 
O trabalho de monitoramento é realizado na Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) e também na Central de Mobilidade e Segurança. Além disso, 10 totens de segurança estão sendo instalados em locais identificados por meio de estudos e levantamentos de ocorrências.
 
Suzano
 
A Secretaria Municipal de Segurança Cidadã de Suzano informou que dispõe hoje de 76 câmeras de monitoramento e 32 do Sistema Detecta (em parceria com o governo estadual, para verificação de veículos em situação irregular) em vias e espaços públicos. Todas estão conectadas à Central de Segurança Integrada (CSI), inaugurada pela prefeitura em maio de 2019. Suzano estuda continuar ampliando a quantidade de câmeras na cidade.
 
Já em Ferraz de Vasconcelos, há 106 câmeras e monitoramento. Elas integram o Monitora Ferraz, que é a central de monitoramento da cidade. Ainda para este ano, a Prefeitura pretende aumentar em 50% o número de câmeras para ampliar a capacidade da central de monitoramento.
 
Há também estudos para ampliar o monitoramento em Poá. A Secretaria de Segurança Urbana da cidade informou que, no momento, o município possui 62 câmeras pelo Centro de Segurança Integrada (CSI), com monitoramento de câmeras com o trânsito, Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar. No CSI, funciona também o centro de operações e comunicação da GCM.
 
Projeto em Itaquá
 
A Prefeitura de Itaquaquecetuba quer ampliar a segurança do município até o segundo semestre deste ano com a implantação de câmeras, já que atualmente, o trabalho de vigilância é feito apenas com outros órgãos. O estudo é para contemplar a cidade com 200 câmeras, que serão instaladas em pontos estratégicos da cidade.
 
A expectativa, segundo a Secretaria de Segurança Urbana da cidade, é de que o Centro de Operações e Inteligência tenha aparelhos que fazem leitura de placa, Câmera Dome, câmeras fixas e postes de vigilância com intercomunicação. O recurso está em análise.
 
Já em Arujá, são 25 câmeras, mas está sendo feita a atualização do sistema, pois foram adquiridas mais 20 novas câmeras a serem instaladas na cidade. Segundo a Prefeitura, serão acrescentadas mais 100 câmeras para diversos bairros.
 
Biritiba Mirim mantém três câmeras de alta definição, mas com a reforma do Paço Municipal, há a expectativa de instalar novos equipamentos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também