segunda 20 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Com certificação do Promae, empresa pretende gerar 150 empregos em Mogi

Estimativa de criar pelo menos 150 empregos, sendo 51% das vagas destinadas a moradores da cidade

28 dezembro 2022 - 10h00Por de Mogi
O prefeito Caio Cunha entregou a diretores da AGCO/Valtra a certificação do Programa Mogiano de Atração de Investimentos e Geração de Empregos (Promae). Com a certificação, fica previsto que a indústria invista na cidade no período 2022-2024, com a estimativa de criar pelo menos 150 empregos, sendo 51% das vagas destinadas a moradores de Mogi das Cruzes. Nos últimos dois anos (2021-2022), a empresa gerou 560 postos de trabalho. A assinatura da concessão ao programa ocorreu na semana passada, na sede da empresa, em Braz Cubas.
 
O Promae, criado pela Prefeitura, concede benefícios fiscais e tributários para empresas que venham a se instalar na cidade ou as já instaladas no município que estejam em processo de expansão. Podem ser concedidas isenção de IPTU, redução da alíquota do ISS, isenção de algumas taxas e de ISS sobre obras, entre outras.
 
Os requisitos mínimos necessários para a obtenção do benefício e seu prazo de duração variam de acordo com o setor de atuação da empresa.
 
A companhia qualificou-se para o programa após ter sua análise documental aprovada pelo Grupo Executivo de Incentivos Fiscais (Geif), formado pelos secretários municipais de Desenvolvimento Econômico e Inovação, de Finanças e de Planejamento e Urbanismo.
 
“Mais investimentos na nossa cidade, mais empregos criados, mais desenvolvimento e a economia girando. Esta é uma das bases do nosso governo: o mogiano trabalhando em Mogi. Por este motivo, temos investido esforços para criar um ambiente favorável para as empresas em nossa cidade”, afirma o prefeito.
 
A empresa também anunciou a construção, em Mogi das Cruzes, de um Centro de Desenvolvimento de Tecnologia e Produtos, a produção de tratores agrícolas Fendt (sendo a planta de Mogi a primeira fora da Alemanha a fabricar esta linha) e a ampliação da produção de tratores de alta potência.
 
O evento também contou com a presença do chefe de Gabinete, Gabriel Bastianelli, e dos secretários municipais Pedro Komura (Desenvolvimento Econômico e Inovação), Claudemir de Menezes (adjunto de Desenvolvimento Econômico e Inovação) e André Saraiva (Verde e Meio Ambiente).
 
A AGCO foi representada pela diretora de Assuntos Governamentais, Ana Helena Andrade, pelo especialista de Assuntos Governamentais, Francisco Reberti, o diretor de Vendas Alexandre Vinicius Assis, o diretor de Engenharia, Luciano Pedroso, o gerente de Desenvolvimento de Produto, Mário Mantovani, e o gerente de Manufatura, Daniel Iagalo.
 
“Mogi das Cruzes sediou a primeira fábrica de tratores do Brasil e estamos orgulhosos de passar a produzir na cidade os tratores Fendt, pela primeira vez fora da Alemanha. Além disto, a tecnologia desenvolvida aqui será aplicada em produtos fabricados em diferentes unidades da AGCO no mundo. Com o apoio do Promae, estamos ampliando a produção, abrindo novos postos de trabalho e aprofundando nossas raízes na cidade”, explicou Ana Helena Andrade.

Deixe seu Comentário

Leia Também