Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 19 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/07/2019
Centerplex Rei Leão
PMMC ORQUIDEAS
PMMC INVERNO
PMMC FÉRIAS
PMMC AGASALHO

Contrato é assinado para entrega de cestas básicas a Frente de Trabalho de Poá

Compra foi realizada em processo emergencial; Gian Lopes determinou estudo para implar cartão alimentação

Por de Poá18 JUN 2019 - 18h11
Entrega de cestas básicas para os bolsistas do programa será realizada nesta quarta-feira, 19Foto: Divulgação/Departamento de Comunicação de Poá
O prefeito de Poá, Gian Lopes, assinou nesta terça-feira à tarde (18) o contrato com a empresa que já iniciará na quarta-feira, 19, a entrega de cestas básicas para os bolsistas do Programa de Combate ao Desemprego e Incentivo à Qualificação Profissional, conhecido como Frente de Trabalho. O secretário de Administração, Alexandre Provisor, também participou da atividade.
 
“É importante informar que os nossos bolsistas receberão a partir desta quarta-feira as cestas básicas. Também já pedi para os secretários de Administração, Alexandre Provisor e de Assuntos Jurídicos, Dr. Fábio Oliveira dos Santos, que façam um estudo para a implantação de um cartão alimentação, que possa vir a substituir as cestas básicas. Assim nossos bolsistas passam a ter a opção de ir ao mercado e escolher quais os produtos que mais necessitam. Oferecer produtos de qualidade aos nossos trabalhadores é o grande objetivo”, explicou o prefeito Gian Lopes.
 
Frente de Trabalho
 
A Frente de Trabalho está funcionando plenamente e auxiliando pais e mães de famílias poaenses. O principal critério de seleção é a situação de vulnerabilidade social do candidato e a administração municipal realiza contratações de acordo com a necessidade e disponibilidade financeira. 
 
A Prefeitura de Poá publicou em abril de 2017 o decreto regulamentando a lei municipal nº 3.623 do Programa de Combate ao Desemprego e Incentivo à Qualificação Profissional. Segundo o documento, é permitida a ocupação de trabalhadores desempregados. 
 
Atualmente aproximadamente 600 pessoas ocupam funções na Frente de Trabalho e participam de cursos profissionalizantes como: gesseiro, pintor, encanador, eletricista, almoxarife/logística, camareira, cuidador de idosos, artesanato, manicure/pedicure, telemarketing, assistente de vendas, assistente administrativo, jardineiro, recepcionista e atendimento ao cliente. As atividades são oferecidas em parceria pelas secretarias de Indústria; de Assistência e Desenvolvimento Social; e de Governo, de Comunicação Social e de Meio Ambiente e Recursos Naturais. 
 
A jornada de atividade no programa é de 40 horas semanais, sendo 35 horas de trabalho e cinco horas de qualificação profissional, que é obrigatória

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias