Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Corte de repasses do ISS de Poá vai parar no Ministério da Fazenda

Por conta da diminuição de verba, um pedido de compensação ao município foi feita ao governo federal

Por De Poá23 SET 2017 - 10h35
Hospital Guido Guida corre risco de fechar as portas por conta de corte do ISSFoto: Sabrina Silva/Divulgação
O corte de repasses do Imposto de Sobre Serviço (ISS) foi parar no Ministério da Fazenda. A mudança na lei do ISS, aprovada no final de maio no Congresso, vai tirar dos cofres do município aproximadamente R$ 140 milhões por ano. Por conta da diminuição de verba, um pedido de compensação ao município foi feita pelo deputado federal Roberto de Lucena (PV).
 
Por causa desta nova lei, vários serviços públicos de Poá em diversas áreas serão prejudicados ou interrompidos se nada for feito. Inclusive há a possibilidade de o Hospital Municipal Guido Guida fechar as portas. "O Congresso Nacional, o governo federal, a Assembleia Legislativa e o governo de São Paulo não podem virar as costas para Poá sob pena de, ao tentar fazer o bem, acabarmos promovendo dor e sofrimento para a população de uma região que é exemplo de trabalho e desenvolvimento, declarou o deputado em discurso que foi repercutido no programa A Voz do Brasil.
 
Lucena informou ainda que o Hospital Municipal Guido Guida corre o risco de fechar suas portas, pois o recurso transferido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é insuficiente e depende de dinheiro do próprio município. A unidade faz em média 150 mil atendimentos, nas especialidades de maternidade e urgência e emergência. O custo para manter o equipamento é de R$ 4 milhões.
 
O deputado encaminhou oficio ao presidente Michel Temer (PMDB) e ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) chamando atenção para essa grave situação e solicitando providências. Lucena conversou, ainda, com o prefeito de Poá, Gian Lopes (PR), colocando-se à disposição e informando as iniciativas que está realizando para ajudar ao município, que também contam com o apoio da Associação Paulista de Municípios. "Sou cidadão honorário de Poá, que está localizada na região onde nasci e cresci, e tenho por esta cidade e pelo seu povo um enorme carinho e respeito", destacou o deputado.
 
Além de Lucena, outros deputados da região estão dando apoio ao prefeito de Poá para que o hospital municipal não feche as portas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias