quarta 19 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Doria assegura manutenção integral do Projeto Guri

Há polos espalhados pelo Alto Tietê, como, por exemplo, em Mogi das Cruzes, Arujá, Biritiba Mirim e Guararema.

02 abril 2019 - 10h22Por da Região
O governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (1°) a decisão de descontingenciar R$ 20,7 milhões para a manutenção do Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, que promove iniciação e formação musical para crianças e adolescentes. Há polos espalhados pelo Alto Tietê, como, por exemplo, em Mogi das Cruzes, Arujá, Biritiba Mirim e Guararema.
 
No anúncio, que contou também com a presença do vice-governador Rodrigo Garcia, do secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, e do secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão, foram apresentadas as medidas previstas para que serviços essenciais, como o Projeto Guri, não sejam interrompidos.
 
"Não haverá nenhuma interrupção no Projeto Guri, que continuará operando regularmente como está, atendendo 64 mil crianças e adolescentes em todo o Estado, sem redução de alunos e professores. Neste ano, temos um investimento previsto de R$ 94,7 milhões para o Projeto Guri", disse Doria.
 
Segundo estudo do IDIS (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social) publicado em fevereiro - e baseado no impacto do Projeto Guri na capital durante os últimos três anos -, o valor do impacto social gerado pelo Projeto Guri corresponde a seis vezes o valor investido.
 
"Não há dúvida em relação à qualidade e importância do Projeto Guri e aos seus resultados. Certamente, a iniciativa sociocultural mais importante do país em resultados evidentes. Um recente estudo, feito pelo IDIS, especificamente sobre o Projeto Guri, demonstrou que para cada R$ 1 aportado pelo Governo do Estado, a sociedade recebe R$ 6,40 em serviços", declarou o Secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão.

Deixe seu Comentário

Leia Também