terça 18 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Anúncio

Educação vai investir R$ 47 milhões na reforma de 61 escolas no Alto do Tietê

Programa Escola+Bonita terá obras de grande porte, com serviços de melhorias nas redes hidráulica e elétrica, além da inclusão de itens de acessibilidade nas unidades

03 junho 2019 - 14h56Por da Região

O governador João Doria e o Secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares anunciaram o investimento de R$ 47,8 milhões em obras de melhoria de infraestrutura e reformas em 61 escolas da rede estadual da região do Alto do Tietê, no programa Escola+Bonita. A execução começa neste ano e será feita por meio de convênio da Secretaria Estadual da Educação com a Fundação para Desenvolvimento da Educação (FDE) assinado na ocasião.

No total em todo o estado, será investido R$ 1,1 bilhão em reformas de 1.384 escolas. O investimento ocorrerá de forma escalonada nos próximos três anos. Para este ano estão previstas obras em 630 escolas que custarão R$ 439 milhões. Em 2020, o Governo do Estado de São Paulo vai destinar R$ 549 milhões para melhorias de infraestrutura de 660 unidades. Por fim, em 2021, haverá o investimento de R$ 109 milhões em 94 escolas.

“É o maior programa de reforma de escolas públicas já realizado aqui no Estado de São Paulo. Óbvio que não atende a totalidade das escolas, mas atende as escolas cujo levantamento indicou como as mais prementes para as intervenções de reforma”, destacou o Governador João Doria.

Todas as obras deverão ser licitadas e, no pacote estão reformas da cozinha, banheiros, rede elétrica e hidráulica, além de inclusão de itens que garantam acessibilidade e manutenção nos dispositivos de segurança das escolas.

Ao longo de três anos serão beneficiadas escolas das 18 Regiões Administrativas do estado. Elas foram escolhidas a partir de uma avaliação técnica da FDE que privilegiou as unidades que possuem maior necessidade de investimento na infraestrutura. 

“Nossa rede é enorme e muitas escolas são centenárias, por isso o investimento é importante para garantir o bom funcionamento das unidades. Aproximadamente 80% dos prédios escolares têm mais de 30 anos”, diz o Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares.

Entre as 1.384 escolas, 324 estão na Capital; 271 na Região Metropolitana de São Paulo e outras 789 no Interior.

Outras obras já realizadas

Desde o início da gestão, já foram realizadas 2.266 intervenções via Associação de Pais e Mestres (APMs), por meio de repasses feitos pela Secretaria da Educação, que totalizam R$ 39 milhões.