sexta 01 de março de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Mogi das Cruzes

Escola para jovens com TEA é referência para o Estado em Mogi

Escola Clínica Transtorno do Espectro Autista está sendo construída pela Prefeitura de Mogi no Rodeio

16 março 2023 - 08h00Por De Mogi

A Escola Clínica Transtorno do Espectro Autista, que está sendo construída pela Prefeitura de Mogi das Cruzes no Rodeio, será referência para outras unidades no Estado de São Paulo. Na manhã desta quarta-feira (15/03), o secretário de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos da Costa, visitou as obras da unidade, umas das primeiras neste padrão no Brasil. Localizada entre a AACD e a UPA, a escola deverá realizar 1,2 mil atendimentos por mês nas áreas pedagógica, psicopedagógica, clínica e de convívio.

“Nosso objetivo é levar dignidade para todos os mogianos e as pessoas com deficiência são nossa prioridade. Construímos junto com as mães e entidades este projeto que vai trazer mais oportunidades de desenvolvimento para nossas crianças e jovens com transtorno do espectro autista. É uma grande alegria receber o secretário e compartilhar nosso trabalho com outras cidades”, disse o prefeito Caio Cunha. 

O equipamento terá espaços para dança, musicoterapia e psicopedagogia, práticas da vida diária e esportiva, brinquedoteca e atendimentos clínicos. “A escola clínica tem um olhar diferenciado para nossas crianças e jovens com TEA. Vai ser não um espaço de desenvolvimento, mas também de acolhimento para todos, incluindo as famílias”, disse a vice-prefeita Priscila Yamagami Kahler. A escola deverá ser entregue no final deste ano e também se destaca pela questão da sustentabilidade. Estiveram presentes a secretária municipal da Pessoa com Deficiência da cidade de São Paulo, Silvia Grecco e a presidente do Inspirare, Simone Alli.

O secretário estadual, que esteve acompanhado pela secretária executiva da Pasta Cláudia Carletto, visitou também o Centro Municipal de Paradesporto Prof. Cid Torquato, que está sendo reformado com recursos do governo estadual. “Essas iniciativas da Prefeitura de Mogi, como o centro já adaptado para a prática do esporte paralímpico e agora, a escola clínica, são iniciativas que o Estado vem para conhecer para nos ajudar a construir um modelo que seja usado para todo o Estado de São Paulo”, disse Costa.

A visita surgiu a partir de uma conversa entre Diiva Battista, presidente e idealizadora do Instituto Resiliência Azul, com Simone Alli, do Instituto Inspirare. “Ela falou comigo sobre o desejo e as dificuldades em ter uma escola clínica em São Paulo. Comentei que estamos em uma gestão que nos deu abertura e é parceira. Convidei para que ela viesse conhecer e vimos juntas que era importante as autoridades conhecerem e que a ideia fosse levada para outras cidades. Mogi está bem evoluída nessa questão. Vi a obra em andamento e achei demais”. 

Participaram da visita a vereadora Fernanda Moreno, Katia Carvalhaes, vice-presidente do Instituto Resiliência Azul, Fabíola Prince, da Comissão de Defesa dos Direitos dos Autistas da OAB e Fátima Valério, representante do Autismo Mogi das Cruzes.