Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Especialistas destacam novas oportunidades com inauguração do Polo Digital

Para subsecretário da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Roberto Sekia, o Polo Digital poderá ter uma influência não só em Mogi das Cruzes, mas em todo Alto Tietê

Por de Mogi27 SET 2017 - 11h29
Inauguração do Polo Digital foi realizada nesta terça-feira (26)Foto: Ney Sarmento/PMMC

O Polo Digital de Mogi das Cruzes representa o início de uma nova era para o empreendedorismo no município, com o surgimento de oportunidades de negócios. Esta é a opinião de especialistas que participaram da inauguração do espaço, realizada nesta terça-feira (26).

“Mogi das Cruzes é uma cidade de empreendedores. Este Polo Digital é um espaço e o que faz ele funcionar é esta comunidade de pessoas, os empreendedores. Também há a troca entre a economia tradicional e esta nova economia. Assim, o Polo Digital é um espaço de coworking, em que a economia tradicional, as instituições de ensino podem usar e aprender”, afirmou o subsecretário de Empreendedorismo e da Micro e Pequena Empresa da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Roberto Sekia.

Ele lembrou ainda que o Polo Digital poderá ter uma influência não só em Mogi das Cruzes, mas em um todo Alto Tietê. “Que aqui se transforme em um grande Vale do Silício Brasileiro e que possa impactar socialmente toda esta região”, disse.

O gerente regional do Sebrae-SP, Sergio Gromik, lembrou que o Polo Digital chega para preencher um vazio que existia em Mogi das Cruzes entre o nascimento de uma startup e a sua constituição como empresa. Em muitos casos, o caminho dos empreendedores era deixar a cidade rumo à Capital.

“Até recentemente, recebíamos os jovens e podíamos auxiliar até certo ponto. O caminho era ir para São Paulo, para uma incubadora ou outra estrutura. Quando a empresa estivesse constituída, o Sebrae voltava a atuar. Ficava um vazio. Com o Polo Digital, esta ponte foi criada. Começa a ser criada uma realidade em que não se precisa deixar o Alto Tietê. O empreendedor tem todo o apoio aqui em Mogi”, afirmou.

A opinião é compartilhada pelo membro fundador do Alto Tietê Valley, Gabriel Bastianelli. “Mogi das Cruzes exporta uma mão de obra de qualidade e achamos que isso pode ser melhor aproveitado. Ainda no período eleitoral, conversamos com o prefeito Marcus Melo ele comprou esta ideia que se transformou no Polo Digital. Agora, podemos desfrutar de um espaço riquíssimo em que se valoriza o empreendedorismo”, disse.

Outro aspecto importante do novo serviço é a democratização que ele oferece nas oportunidades. “As pessoas físicas também podem participar. É preciso entender que o Polo Digital não é um parque tecnológico, mas sim um lugar acessível para se pensar em tecnologia como negócio. E com participação das instituições de ensino. Sou fã de parcerias, dar as mãos para, juntos, desenvolver a região de forma sustentável”, disse Priscila Yamagami Kähler, da unidade mogiana da Faculdade de Tecnologia (Fatec).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias