quinta 20 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Esposa realiza “vaquinha” para ajudar o marido tetraplégico

Mulher faz apelo por ajuda financeira e clínica para o esposo que se acidentou em dezembro

26 abril 2019 - 19h25Por Daniel Marques - de Jacareí

Um homem sofreu um acidente jogando futebol e a esposa busca ajuda para custear os gastos com remédios, curativos e atendimento médico.

Gislei Aparecido da Hora de Freitas tem 39 anos e mora em Jacareí, cidade localizada no Vale do Paraíba. Ele estava jogando futebol em dezembro de 2018 e sofreu uma “cama de gato”, jogada em que um jogador cai por cima do outro.

Ele bateu a cabeça e fraturou duas vértebras na região do pescoço, sendo socorrido após quase duas horas de espera. Ficou dois meses na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e mais dois meses internado no quarto. Como resultado, acabou ficando tetraplégico.

Atualmente, ele está com uma escara (ferida grande) na parte inferior do corpo, que já está atingindo os ossos. A esposa, Danuta Débora Gnatkowski fez uma espécie de “vaquinha” na internet, tentando arrecadar fundos para ajudar o esposo. A vaquinha já arrecadou pouco mais de R$ 4.500. “Precisamos de ajuda urgente. Tentamos contato com clínicas de reabilitação, mas eles não o pegam por causa da ferida”, lamenta.

O objetivo da vaquinha é arrecadar em torno de R$ 50 mil. Esse seria o valor suficiente para suprir as necessidades de Gislei com cadeira de rodas e andador, além de fraldas luvas, toalhas por um ano. No entanto, Danuta faz um apelo por ajuda, que vai muito além da vaquinha. “Quem tiver contato com alguma clínica ou algum governante que possa ajudá-lo, é de suma importância para a vida dele. Qualquer ajuda será bem vinda”, diz.

A família de Gislei já não está mais dando conta dos valores para o tratamento. Os custos mensais só com o suplemento para auxiliar na recuperação passam de R$ 4 mil. Por mês, os gastos com remédios ultrapassam R$ 400.

A esposa Danuta pede para que quem puder ajudar, entre em contato diretamente com ela pelo telefone: (12) 98836-2953. O Whatsapp é pelo mesmo número.

Para doar pela vaquinha, as pessoas podem acessar pelo site: https://www.kickante.com.br/campanhas/tratamento-recuperacao-do-gislei-da-hora.