domingo 19 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Educação Ambiental

Ferraz de Vasconcelos lança projeto 'Horta nas Escolas'

Iniciativa promoverá aos alunos da rede municipal o contato direto com a natureza

26 abril 2024 - 16h00Por De Ferraz

Como ferramenta pedagógica, a educação ambiental é destaque no projeto Horta nas Escolas, lançado nesta sexta-feira (26) pela Secretaria de Educação de Ferraz de Vasconcelos, que vai promover aos alunos da rede municipal o contato direto com a natureza e os pilares da alimentação saudável. O ato simbólico ocorreu na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Pedro Paulo Paulino, no Parque Dourado.

A iniciativa contemplará seis unidades escolares neste primeiro momento. Por meio da compostagem, que transforma a matéria orgânica em adubo natural, as crianças realizarão todo o processo do cultivo, desde a plantação até a colheita.

Haverá uma variedade de hortaliças e outros mantimentos, como alface, beterraba, pimenta, coentro, boldo, entre outros, e tudo será consumido na merenda escolar.

As secretarias de Meio Ambiente e Proteção Animal e Desenvolvimento Econômico e Agricultura são parceiras no projeto e estão à disposição para contribuir com a comunidade escolar por um futuro mais sustentável.

Na Emeb Pedro Paulo Paulino, os pequenos do ensino infantil realizaram o primeiro plantio com mudas de alface, doadas pelo Meio Ambiente. “Nossa engenheira ambiental contribuirá ativamente no processo de plantio, para os alunos compreenderem o processo de cada alimento e realizarem a colheita da forma correta”, destaca o titular do Desenvolvimento, Thiago Severo.

Frente à Educação, a secretária Paula Trevizolli acredita que o Horta nas Escolas levará mudanças significativas nos hábitos, atitudes e valores ambientais de cada participante.

“As hortas escolares podem ser consideradas como importantes ferramentas em vários aspectos: como fator social, uma forma de acesso ao alimento; econômico e ambientalmente sustentável, podendo respeitar a cultura e a diversidade local, além de ser considerada como uma das melhores ferramentas educativas”, afirma Paula. 

Deixe seu Comentário

Leia Também