terça 28 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Homicídios nos dois primeiros meses do ano caem 13,3% comparado a 2023

Dados da SSP apontam para 13 mortes neste ano e 15 registrados em 2023

27 março 2024 - 08h00Por Fernando Barreto - da Região
O Alto Tietê registrou queda de 13,3% no número de assassinatos nos dois primeiros meses deste ano quando comparado ao mesmo período de 2023. 
 
Nos dados analisados, foram 13 vítimas neste ano contra 15 em 2023.
 
Os números foram divulgados pela SSP nesta terça-feira.
 
Somente nos dados de fevereiro, os mais recentes divulgados, há um aumento de 40% no número de homicídios. O total saltou de cinco em fevereiro do ano passado para sete neste ano.
 
Cidades
 
Nos dados gerais, quatro cidades tiveram queda no número de homicídios em 2024, uma teve aumento e outras cinco mantiveram os mesmo números para os dois períodos.
 
Somente Mogi registrou aumento no número de homicídios, passando de duas para cinco neste ano. Isso representa um aumento de 150%. Apenas nos dados de fevereiro a cidade passou de zero ocorrências para uma no mês passado.
 
Redução
 
Outras quatro cidades tiveram redução no número de homicídios no primeiro bimestre do ano comparado ao mesmo período de 2023.
 
A maior queda foi em Suzano, com 40% a menos de mortes. 
 
O números caíram de cinco para três vítimas. Mas, somente em fevereiro, os números cresceram de uma morte para duas.
 
Outra cidade que teve redução no número de assassinatos foi Ferraz, com 33,33%, passando de três para duas vítimas. 
 
A cidade também teve aumento nos dados apenas de fevereiro, passando de uma para duas vítimas.
 
Veja na tabela as demais cidades que tiveram queda.
 
Manteve
 
Outras cinco cidades da região mantiveram os números de homicídios. 
 
Arujá, Biritiba, Guararema e Salesópolis não tiveram mortes ano passado nem neste.
 
Itaquá manteve o mesmo número, três vítimas ano passado e neste ano.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também