terça 21 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Mogi lança programa Cidade da Criança - Primeira Infância

Programa está relacionado ao Projeto Mogi 500 anos, ações que preparam a cidade para daqui a 38 anos

01 dezembro 2022 - 22h03Por de Mogi
O prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Podemos), apresentou na manhã desta quinta-feira (01), o Programa Mogi Cidade da Criança – Primeira Infância, definida como política pública intersetorial com foco no desenvolvimento de uma cidade amigável à infância e à Primeira Infância. 
 
O programa está relacionado ao Projeto Mogi 500 anos, ações que preparam a cidade para daqui a 38 anos, promovendo um desenvolvimento sustentável e preparando as próximas gerações.
 
Pela iniciativa estão em andamento diversas ações na cidade para educação, como os Espaços de Brincar e a elaboração do Plano Municipal da Primeira Infância (PMPI). Mogi também será uma das primeiras cidades no País a ter uma Coordenadoria da Primeira Infância 
 
“Não temos como falar da Mogi do futuro se não pensarmos em como desenvolver e potencializar os mogianos do futuro. A Primeira Infância é uma pauta prioritária e multisetorial. Todos os elementos da cidade precisam ser projetados visando um ambiente favorável para que as crianças possam se desenvolver da melhor forma”, disse o prefeito. 
 
As ações realizadas na cidade contam com a parceria da Fundação Bernard Van Leer, instituição holandesa, responsável pela Urban95, iniciativa internacional que no Brasil reúne 23 cidades brasileiras com foco na Primeira Infância. A cidade faz parte da iniciativa desde julho de 2021. Este trabalho conjunto resulta em conexões com outras cidades, formações, apoio institucional e oportunidades de desenvolvimento. 
 
A vice-prefeita Priscila Yamagami Kähler destacou a importância da parceira e o papel da educação na iniciativa. “Em Mogi, temos esta importante parceria da Urban95, que possibilita essa troca de experiência com outras cidades e também faz a gente pensar pela perspectiva da criança. Esse olhar para criança também já está presente na educação. Desde o ano passado iniciamos a política de aprender em comunidades com o programa de Educação Humanizada e o desemparedamento da infância, em que todos os espaços das cidades são educativos”, disse.
 
Plano educação
 
A cidade conta com um Comitê Executivo, formado pelos secretários, e um Comitê Técnico, com profissionais das pastas. O grupo é responsável pela elaboração do Plano Municipal da Primeira Infância (PMPI).
 
“É um plano intersetorial que reuniu diversas frentes e traz metas e estratégias para atendermos a Primeira Infância. Foi feito um diagnóstico dos serviços oferecidos para a criança em diferentes setores. Ele corrobora o que já temos em andamento e apresenta novas propostas em prol das crianças. Um diferencial também é trazer o olhar e a voz delas”, disse a secretária municipal de Educação, Patricia Helen Gomes dos Santos. O plano terá a duração de 10 anos.
 
Saúde
 
Na área de saúde, a Prefeitura apresentou um novo conceito de atendimento da saúde infantil, o Vagalume. A nova unidade de saúde terá como grande diferencial o aumento da capacidade de atendimento. A capacidade será de 11 mil atendimentos ao mês, superando a capacidade de 6 mil do Pró-Criança. Haverá o aumento de 50% no número de consultórios e pontos de inalação, além de uma sala para crianças com Transtorno do Espectro Autista e Ambientes Lúdicos.

Deixe seu Comentário

Leia Também