sábado 24 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Novas tecnologias ajudam na prevenção de desastres no Estado

Municípios da região vão ser atendidos

14 dezembro 2022 - 13h03Por de São Paulo

Diretores da Defesa Civil do Estado vêm se reunindo com outros órgãos para discutir a implantação de novas tecnologias para prevenção de desastres e consequentemente preservação de vidas. 
Os municípios da região vão ser atendidos. 

Um exemplo disso é o monitoramento das encostas por sensores que captam a movimentação do solo e com isso emitem alertas para o Centro de Gerenciamento de Emergências da Defesa Civil. Já há um projeto piloto em andamento no município de Franco da Rocha.

Neste ano a população já conta com a emissão de alertas pelo Whatsapp. Agora, além do envio dos alertas pelo SMS 40199, as mensagens são recebidas pelo aplicativo de conversas instantâneas. 
Basta um cadastro enviando uma mensagem para o número 61-2034-4611 e seguir as orientações do chatbot.

Outra importante inovação é a ferramenta de monitoramento em plataforma georeferenciada, capaz de identificar, em tempo real, áreas com possibilidade de deslizamento de terra em todo o território do estado de São Paulo. A nova tecnologia foi desenvolvida pela Climatempo e disponibilizada para a Defesa Civil estadual. 

A ferramenta utiliza dados de estações meteorológicas de superfície, satélites e radares. 

Os dados gerados por estes instrumentos suportam os modelos de previsão que juntamente com o histórico de ocorrências do banco de dados da Defesa Civil, elaboram as previsões. 

Com uso de inteligência artificial todas estas informações são cruzadas e é possível estimar locais com risco iminente a sofrerem um deslizamento de terra. 

Este monitoramento será disponibilizado em operação de 24 horas durante o período chuvoso, quando estaremos emitindo boletins, avisos e alertas.

Deixe seu Comentário

Leia Também