domingo 25 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Operação fecha mil buracos no período de dez dias em Mogi

Equipes atuaram em 80 ruas neste período. Corredores importantes, como as avenidas Francisco Ferreira Lopes e Lourenço de Souza Franco, foram beneficiados

18 abril 2023 - 19h36Por de Mogi

No período de dez dias, entre 7 e 17 de abril, a Operação Tapa-Buraco da Secretaria de Infraestrutura Urbana fechou quase mil buracos. Os trabalhos foram concentrados em vias dos distritos de Braz Cubas, Cezar de Souza e Jundiapeba. 

As equipes atuaram em 80 ruas neste período. Corredores importantes, como as avenidas Francisco Ferreira Lopes e Lourenço de Souza Franco, foram beneficiados. Além dos três distritos, a Operação Tapa-Buraco também atuou no Conjunto Santo Ângelo, Vila da Prata, Parque Morumbi e Conjunto São Sebastião. No total, 922 buracos foram tapados nestes dez dias.

Com o resultado deste período, já são 4.548 buracos fechados em vias da cidade desde o reforço da Operação, iniciado em 6 de março. A ampliação do serviço se deu quando o atendimento passou de três para sete equipes. Cada time conta com 10 toneladas de massa asfáltica diária para a realização dos trabalhos.

"Com a ampliação nas equipes é possível atender diversas frentes na cidade ao mesmo tempo, como ocorreu nestas últimas semanas. Mogi das Cruzes é cercada por rodovias, tem acesso ao litoral, à capital e ao Vale do Paraíba, por isso o trânsito aqui é pesado em alguns trechos. Por isso, a Operação Tapa-Buraco é um serviço contínuo e descentralizado - nosso objetivo é atender estas demandas com rapidez, abrangendo as diversas regiões do município", explica o secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Alessandro Silveira.

A Operação Tapa-Buraco é realizada ao longo de todo o ano, em toda a malha viária pavimentada do município. Antes de entrar em qualquer via, as equipes fazem o mapeamento das condições em cada local e, com isso, conseguem identificar o número de buracos a serem tapados em cada rua atendida. É importante lembrar que todo serviço de solo depende diretamente das condições climáticas para que seja realizado. Em dias chuvosos, não há viabilidade técnica para as equipes atuarem. Por isso, são feitos ajustes no cronograma sempre que necessário.

A definição da ordem de atendimento obedece a levantamentos próprios da Secretaria de Infraestrutura Urbana e também a pedidos de manutenção feitos pela comunidade. O canal oficial para que o cidadão registre solicitações junto à Prefeitura é a Ouvidoria, pelo telefone 156, ou por meio do aplicativo Colab.