Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 19 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2019
CENTERPLEX 15 A 21/08
PMMC - TRATA BRASIL

Prefeitura estima trajeto seis vezes mais rápido entre Jundiapeba e o Centro pela Avenida das Orquídeas

Dados fazem parte do acompanhamento que vem sendo realizado na avenida

Por de Mogi07 AGO 2019 - 16h33
De acordo com o levantamento, o tempo gasto pelos motoristas para percorrer os cerca de 9,5 quilômetros pelo Corredor Leste-Oeste varia entre 10 e 15 minutosFoto: Ney Sarmento/PMMC

O caminho entre a divisa do município com Suzano e a região do Shangai chega a ser seis vezes mais rápido pelo Corredor Leste-Oeste em comparação com a antiga SP-66, formada na cidade pelas avenidas Lourenço de Souza Franco e Francisco Ferreira Lopes. Os dados fazem parte do acompanhamento que vem sendo realizado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes na operação da avenida das Orquídeas, inaugurada no último dia 13 de julho.

De acordo com o levantamento, o tempo gasto pelos motoristas para percorrer os cerca de 9,5 quilômetros pelo Corredor Leste-Oeste varia entre 10 e 15 minutos. Já os 9,8 quilômetros pelo caminho antigo, com passagem pela região central da cidade, é percorrido em até 60 minutos. O ponto de chegada para a comparação foi a praça João Antonio Batalha, no Shangai

“A avenida das Orquídeas é uma grande obra que foi entregue e que será um novo eixo de desenvolvimento econômico para Mogi das Cruzes. Além disso, a via também oferece mobilidade para as pessoas e o acompanhamento que vem sendo realizado mostra que a facilidade de trânsito já está fazendo diferença para as pessoas”, afirmou o prefeito Marcus Melo.

O trajeto acompanhado pelo Corredor Leste-Oeste compreende as avenidas Guilherme George, Orquídeas, David Bobrow e Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar. Na sequência, os veículos passam pelas ruas Borges Vieira, Casarejos, até chegar à avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes e ter acesso à passagem subterrânea Engenheiro Oswaldo Crespo de Abreu e à rua Olegário Paiva.

O levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Transportes também levou em conta o número de semáforos existentes nos dois trajetos. Enquanto o caminho pelo novo corredor possui apenas 5 equipamentos, no antigo – que passa por vias importantes da região central como as ruas Ipiranga e Doutor Correa – são 37 semáforos.

“Pelo Corredor Leste-Oeste, o trânsito dos veículos apresenta mais fluidez, com poucas interferências de outras vias e cruzamentos. É o contrário do que acontece no trajeto feito pelas avenidas Lourenço de Souza Franco, Francisco Ferreira Lopes e pela rua Ipiranga, por exemplo, onde os semáforos são fundamentais para controlar a passagem de veículos, mas também têm influência na circulação”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Transporte coletivo

A maior fluidez no trânsito de veículos pela avenida das Orquídeas também beneficia os passageiros do sistema de transporte coletivo. Já está em funcionamento a linha E114 (Jundiapeba via Avenida das Orquídeas), que faz a ligação entre a região central e o distrito, pelo novo corredor viário.

A linha parte do Terminal Estudantes, passa pelo Terminal Central e depois segue em direção ao distrito de Jundiapeba pela nova avenida das Orquídeas e pela avenida Guilherme George. Como se trata de uma linha circular, após atender algumas vias do distrito, ela retorna à região central também pelo Corredor Leste-Oeste.

“A aceitação dos passageiros vem sendo bastante positiva e temos a comprovação disso com o aumento constante na utilização da linha. No dia 15 de julho, quando ela começou a circular, foram 170 passageiros, enquanto no dia 30 de julho já eram 431 passageiros, um aumento de 153,5%”, disse José Luiz.

Para informar os passageiros sobre a nova opção de deslocamento, a Secretaria Municipal de Transportes colocou cartazes informativos nos ônibus que circulam nas outras linhas que atendem o distrito de Jundiapeba.

A Secretaria Municipal de Transportes mantém o acompanhamento sobre o trânsito de veículos, pedestres e ciclistas na nova avenida. O objetivo é verificar melhorias que possam ser feitas na sinalização ou na operação da via.

A avenida das Orquídeas tem 3,5 quilômetros, foi inaugurada no dia 13 de julho e é último trecho do Corredor Leste-Oeste, que liga a região central de Mogi das Cruzes ao distrito de Jundiapeba, a municípios como Suzano e Poá e ao trecho leste do Rodoanel. São duas pistas (com três vias cada, sendo um corredor específico para ônibus), canteiro central, ciclovia e calçada. Foram construídas duas novas pontes (uma sobre o rio Jundiaí e outra sobre o córrego dos Canudos), além de três rotatórias.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias