terça 21 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Em Arujá

Projeto de Lei para criação de Cartório de Registro de Imóveis é aprovado na Alesp

Aprovação ocorreu na tarde desta terça-feira

30 abril 2024 - 18h47Por Da Região

O Projeto de Lei nº 106/2022, que visa a criação de um Cartório de Registro de Imóveis e outros serviços notariais, foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). A aprovação ocorreu na tarde desta terça-feira (29). 

No dia 20 de março, o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deputado estadual André do Prado, esteve na Câmara de Arujá e recebeu um ofício assinado pelos vereadores Abelzinho Larini e João Luiz Soares, que solicitava celeridade na tramitação do Projeto de Lei nº 106/2022, facilitando o acesso da população a este serviço, já que hoje os moradores da cidade precisam se deslocar até Santa Isabel.

A criação de um Cartório de Registro de Imóveis em Arujá também conta com o apoio expressivo do prefeito Luís Camargo, além de entidades como ACEA, OAB, AEAAR, CRECI-SP e ACONDA/UNICON. A medida visa facilitar o acesso da população aos serviços notariais, promovendo autonomia e comodidade para os cidadãos do município.

Em relação à aprovação do projeto, o deputado estadual André do Prado expressou sua satisfação, afirmando: "Foi um momento importante e gratificante recebê-los hoje na Alesp durante a votação do projeto, e me sinto honrado por ter contribuído para essa conquista. Parabéns a todos os envolvidos".

O deputado estadual André do Prado reiterou seu compromisso com Arujá, destacando que segue à disposição do município e trabalhando em conjunto com o deputado federal Marcio Alvino na busca de recursos e projetos para a cidade e toda a região. “Essa nova conquista é um passo significativo para o desenvolvimento e bem-estar da cidade e demonstra o meu comprometimento, do deputado federal Marcio Alvino e das lideranças locais em buscar soluções que atendam às necessidades da população”, concluiu o presidente da Alesp.