sexta 19 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Mogi

Projeto Polo Digital contabiliza mais de 400 cadastramentos

Chefe da pasta ainda destacou que a geração de emprego na cidade está na contramão em comparação à situação de quase todo o País

11 agosto 2017 - 15h33Por Lucas Lima - De Mogi

O projeto Polo Digital de Mogi das Cruzes registrou mais de 400 pessoas interessadas em participar da iniciativa, que será entregue pela Prefeitura em setembro. A informação foi divulgada ontem pelo secretário de Desenvolvimento Econômico Social de Mogi, Sadao Sakai, em entrevista ao jornalista Ayl Marques, na rádio SP/RIO 101.5 FM, emissora da Rede DS de Comunicação. O chefe da pasta ainda destacou que a geração de emprego na cidade está na contramão em comparação à situação de quase todo o País. O motivo apontado são que as empresas e indústrias têm investido na contratação de novos funcionários.

De acordo com Sakai, o Polo Digital vai gerar mais empreendimentos no município. “Por meio dos startups e da área que será oferecida para desenvolver esses projetos tenho certeza que teremos maior geração de empreendimentos. Esse novo assunto é de extrema importância. Isso porque quando temos um sistema com suporte da Prefeitura, sabendo que a mão de obra (pessoas) virá de Mogi, a tendência é que fique na cidade. Assim, seguramos essas pessoas que tem mais inteligência para evoluir o município”, explicou.

O Polo Digital possuirá um espaço em que até oito projetos serão selecionados, ainda em fase embrionária, serão desenvolvidos simultaneamente, com metas de evolução e avaliação periódica a cada três meses. Outro espaço será a incubadora, destinada a 10 startups em fase de crescimento. O projeto prevê assessoria, consultoria e prospecção de capital investidor, entre outros recursos.

Em relação ao aumento de geração de emprego, o secretário ressaltou que as empresas e indústrias estão com planejamento de novas contratações, além dos programas disponibilizados pela Prefeitura de Mogi. “A cidade tem um privilégio de estar perto da Capital do Estado. Empresas têm condições de se instalarem e é o que estão fazendo. Para se ter ideia, uma empresa que contratou 500 funcionários quando chegou e tem expectativa de empregar 2 mil trabalhadores futuramente. Além disso, temos o Emprega Mogi, que tem um bom relacionamento com os empresários da cidade. Quando eles precisam de suporte, a Prefeitura consegue disponibilizar o melhor a eles, como locais para capacitação de funcionários, entre outros. Para os desempregados, o Executivo oferece pelo próprio site vagas de emprego que estão disponíveis na cidade. Lá, eles podem enviar o currículo ou ir presencialmente para se candidatar a oportunidade”, comentou.

Sakai também disse que na região do Taboão há uma área de 15 milhões de metros quadrados, onde pode ser utilizada para novas indústrias. “Do total de área, apenas 3 milhões de metros quadrados é usado pelas indústrias, ou seja, há mais 12 milhões de metros que podem servir de espaço para outros empreendimentos. A dificuldade que temos ainda nessa região é apenas a viabilidade de acesso. Estamos tentando trazer para perto a Rodovia Ayrton Senna (SP-70) para facilitar a chegada ao local, mas não é tão fácil. Já tem um projeto na mesa do ministro de Transporte (Maurício Quintella) ”, completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também