domingo 25 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Reforma no Estatuto da Guarda e grupo de trabalho: as ações de Mogi contra a violência nas escolas

Caio Cunha entregou viaturas na tarde desta terça e anunciou mudanças para evitar atentados

14 abril 2023 - 17h17Por Daniel Marques - de Mogi

O prefeito de Mogi, Caio Cunha (Podemos), anunciou uma reformulação no Estatuto da Guarda Municipal da cidade, com plano de carreira e novos salários aos agentes. O edital para a contratação da empresa responsável por realizar este serviço deve ser publicado até a próxima semana. O anúncio foi feito durante a entrega de oito novas viaturas destinadas à segurança do município, na tarde desta sexta-feira (14), nas dependências da Prefeitura de Mogi.

“Há um compromisso do nosso de governo em reformular o Estatuto da Guarda, criando um plano de carreira e, obviamente, isso também se refere à nova remuneração, um novo patamar para a GCM de Mogi das Cruzes”, iniciou o prefeito. “Acredito que até semana que vem já vai estar publicado este edital para a contratação da empresa que vai reunir tudo o que já foi desenvolvido pelos próprios guardas. Para tornar isso também uma referência para a segurança de Mogi das Cruzes”, completou Cunha.

Além das mudanças no Estatuto da Guarda, o gestor também afirmou que um policial da reserva vai assumir um grupo de trabalho na cidade, específico para a segurança nas escolas de Mogi das Cruzes. 

“Estamos lançando hoje um policial da reserva, o tenente Pedro Miranda. Mais do que coordenar estas ações, (ele vai cuidar da) questão da divulgação e da preparação do ambiente escolar com todos os protocolos, não só para ataques, mas para qualquer tipo de ação, até estrutural. Ele é capacitado. Vai analisar a estrutura da escola para ver se há algum tipo de vulnerabilidade de segurança”, afirmou.

Questionado sobre se isso seria um “treinamento” para os profissionais das escolas, sem titubear, ele disse que “sim”. “Não adianta a gente ter protocolo [...]. Mogi tem desde 2011 e nunca foi passado para os professores. A gente quer capacitar os professores, as crianças, para que eles saibam como reagir em uma situação adversa, desde violência até uma situação incomum estrutural. Já começa hoje. Ele (o policial) está assumindo aqui com a gente, com supervisão do Toriel. Já iniciou este processo de cronograma em todas as escolas do município”, disse Cunha.

A entrega

Repleto de autoridades, guardas e profissionais da área de segurança pública, o evento realizado na tarde desta terça-feira selou a entrega de oito viaturas para a Guarda Municipal de Mogi. Dois dos veículos serão destinados aos atendimentos da Patrulha Maria da Penha, três da ronda diária e três da Ronda Ostensiva Municipal (Romu).

O secretário de Segurança de Mogi, Toriel Sardinha, destacou a importância de reforçar as rondas no município, que vem sofrendo com boatos de ataques em escolas.

“Muito importantes para a segurança da cidade. Reforçam o excelente trabalho que a Guarda Municipal vem realizando. Ela tem papel fundamental na segurança de Mogi. A gente vem melhorando. A preocupação do Caio é melhorar o trabalho da Guarda para ela fazer o trabalho com excelência. Os guardas se mostram sempre prontos para atender chamados da população. Continuamos renovando nosso compromisso de buscar investimentos e aparelhar a Guarda”, disse o chefe da pasta.

Já o prefeito Caio Cunha ressaltou que a aquisição de novas viaturas não é uma “reação” às ameaças, mas sim o cumprimento de medidas que já estavam previstas para o município.

“Fizemos investimento alto. Elas (viaturas) não são uma reação para burburinho que acontece nas escolas. Isso já estava para ser entregue. Ocasionou de ser em um momento como este. Todas as nossas entregas não são por reação, são por estratégia. Todas as câmeras, os totens, os investimentos em tecnologia e inteligência têm que gerar segurança, para que as pessoas possam sair às ruas sem medo. Temos que tratar a causa, que é melhorar a vida das famílias e crianças em vulnerabilidade aqui de Mogi. Quero honrar todos nossos guardas municipais pelo brilhante trabalho que têm realizado aqui na cidade”, destacou Caio.

Educadora, a vice-prefeita de Mogi, Priscila Yamagami Kähler, ressaltou o trabalho dos guardas municipais e destacou a importância de ter a cidade unida neste difícil momento para a segurança pública, não só de Mogi, mas da região e do Brasil como um todo.

“Temos que estar unidos em um momento deste. Para uma professora, é triste. Mas a escola é o lugar onde as transformações acontecem. Temos que estar muito firmes e confiantes no trabalho da Guarda. Queria honrar o trabalho dos guardas, todas as nossas polícias, e dizer que todos nós somos parte de uma sociedade que está precisando de atenção e apoio emocional. É importante que a cidade esteja segura. Parabéns para todos nós, e que a gente faça um bom proveito destas novas viaturas e deste novo efetivo”, destacou a vice-prefeita.