sábado 02 de março de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/03/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Acolhimento

Região tem 11 abrigos disponíveis para moradores em situação de rua

Cidades com casas temporárias são Mogi, Itaquaquecetuba, Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Poá e Santa Isabel

11 dezembro 2022 - 16h34Por Ingrid Leone - da Região

Os moradores em situação de rua da região contam com 11 abrigos no período de chuvas intensas. As cidades com casas temporárias são Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Poá e Santa Isabel. 

A Prefeitura de Mogi tem quatro abrigos e mantém ao longo de todo o ano as unidades para pessoas em situação de rua, que oferecem proteção integral a esse público. 

A entrada nesses locais ocorre a partir de encaminhamentos do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) ou das equipes de abordagem.

As unidades são a Casa de passagem Abomoras, Casa de passagem feminina Dandara, Casa Emanuel e o abrigo Palmares.
No município, outra estrutura que funciona de forma permanente é o Centro POP, no Mogilar, uma unidade de referência para o atendimento de pessoas em situação de rua. No local, as pessoas podem tomar banho, trocar de roupa, há o atendimento psicossocial e também a alternativa de encaminhamento para acolhimento institucional.

Ainda em Mogi, há duas novas unidades em fase de implantação, uma específica para idosos ofertará 20 vagas e outra destinada a pessoas do sexo masculino, com 30 vagas.

Itaquá também dispõe de atendimento no Centro POP na avenida João Barbosa de Moraes, nº 994,no bairro Vila Virgínia, e oferece orientação, alimentação e banho. Além disso, a cidade tem um atendimento de albergue através do Acampamento Solidário, com atendimento diário de segunda a segunda, das 19 às 7 horas, com local para dormir e alimentação.

Em Suzano, o Centro Social Bom Samaritano, em parceria com a entidade Cáritas Suzano, é destinado tanto para o público referenciado nas abordagens cotidianas das equipes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) como para quem buscar o local diretamente, a qualquer horário, independentemente se está chovendo ou não.

O Centro Social Bom Samaritano está localizado na rua General José Galetti, nº 12, no Jardim Nazareth, com oferta de banho, kit de higiene e alimentação e encaminhamento a outros serviços. 

Em Ferraz de Vasconcelos, o Serviço de Acolhimento a Adultos e Famílias (Saiaf) oferece acolhida provisória neste período específico. O local fica na rua Getúlio Vargas, nº 293, Centro. O atendimento é realizado primeiro no Creas.

É possível entrar em contato pelo telefone 4678-8958 ou 4679-3248, e também na avenida Dom Pedro II, nº 246, Centro, onde é realizado o referenciamento do usuário e encaminhado para o Saiaf. O período de entrada na casa é das 16 às 18 horas.

Para fornecer uma unidade de acolhimento, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Poá tem parceria com a Associação Social Afro Brasileira e disponibiliza o abrigo municipal, localizado na rua Vicente Guida, nº 153, na Vila Açoreana.

Em Santa Isabel, a Casa de Passagem está com algumas vagas para demanda espontânea, localizada na rua Maria Isabel Ramos, nº 456, no bairro Recanto do Céu. A entrada é até às 18 horas. Após esse horário, a equipe de técnicos precisa ser acionada. O telefone para contato é 4680-2418.

Arujá e Guararema não têm abrigos, mas disponibilizam equipe de abordagem social para atendimento às pessoas em situação de rua. As ações realizadas se direcionam para orientação, acompanhamento e encaminhamento para a rede de serviços.

Quando necessário, Arujá tem abrigo provisório, e Guararema orienta a buscar o Centro POP de Jacareí ou de Mogi.

Os municípios de Biritiba Mirim e Salesópolis também foram contatados, mas não retornaram. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também