Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 11 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2017
mrv

Tratamento fisioterapêutico tem início na UBS da Nova Poá

Iniciativa é um avanço na área da saúde, pois amplia o atendimento, além de dar mais comodidade aos usuários

Por de Poá15 SET 2017 - 20h16
UBS iniciou nesta sexta-feira (15), o primeiro fisioterapêutico na UBS da Nova PoáFoto: Julien Pereira/Secom Poá

O prefeito de Poá Gian Lopes (PR) e o vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa (PDT), o Marquinhos Indaiá, acompanharam nesta sexta-feira (15) o início do atendimento fisioterapêutico na Unidade Básica de Saúde (UBS) Doutor Cypriano Mônaco, no Jardim Nova Poá. Os vereadores Lázaro Borges e Marcilio Duarth também participaram da atividade. A iniciativa é um avanço, pois amplia o serviço, além de dar mais comodidade aos usuários.

De acordo com Gian Lopes, além da unidade da Nova Poá, o tratamento fisioterapêutico também será oferecido nas UBSs de Calmon Viana (Fisioterapia Pélvica e Auriculoterapia), Jardim São José (Acupuntura), Vila Varela (Acupuntura), Cidade Kemel (orientações e atividades em grupo) e Vila Júlia (orientações e atividades em grupo). “É uma descentralização de serviço. Mais um ganho na Saúde e principalmente na área de Fisioterapia”, comentou.

Marquinhos Indaiá explicou que os tratamentos fisioterapêuticos nas UBSs variam e demandam um tempo de execução e de acompanhamento diferenciados. “O paciente deve ser morador de Poá e deverá passar em consulta com médico da unidade de saúde em que habitualmente é atendido, o qual realizará o encaminhamento para o atendimento fisioterapêutico necessário. O agendamento ocorrerá na própria UBS, de acordo com a oferta de vagas disponível no momento”.

O gerente da UBS da Nova Poá, Nelson Trigo de Souza, ressaltou que a implantação do tratamento fisioterapêutico na unidade foi muito bem recebida pela população, pois oferece mais comodidade aos usuários. “Eles terão acesso a determinados tratamentos aqui e não precisarão mais se deslocar até o Centro Fisioterapia, que fica na região central”.

A costureira Zenaide de Oliveira Rabelo, de 67 anos, moradora da Nova Poá, disse que sente muita dor nas costas e realizar o tratamento perto de casa facilitará muito. “Eu trabalho em casa e ir até a região central demanda um tempo maior. Agora com o atendimento perto de casa ganho neste sentindo e economizo também com o transporte. Então estou muito feliz com a oferta deste novo serviço aqui na unidade de saúde”.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias