quarta 21 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Páscoa

Vendas na Páscoa vão movimentar R$ 10 mi na economia do Alto Tietê

Número de itens comercializados deve ficar 1,9% acima do registrado em 2022, segundo sindicato varejista

02 abril 2023 - 14h11Por Ingrid Leone - da Região

As vendas de produtos na Páscoa podem atingir R$ 10 milhões na economia das cidades do Alto Tietê. A quantidade de itens comercializados deve ficar 1,9% acima do registrado em 2022. 

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio) de Mogi das Cruzes e Região, Valterli Martinez, os dados analisados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), apontam que o valor alcançado ainda ficaria 5,7% abaixo do vendido um ano antes do início da pandemia, em 2019.

A Confederação também aponta que a valorização do real em relação ao dólar faz dos chocolates importados uma boa aposta. Nesse segmento, as compras do exterior aumentaram 8% no comparativo com 2021. Por outro lado, a quantidade importada de bacalhau reduziu em 17%. Dois alimentos fazem parte da celebração da Páscoa. 

O Sincomércio divulgou que a partir de uma análise do cenário econômico, com base nos dados do T.Group, especializada em vendas online, os produtos da cesta de Páscoa devem ficar 7% mais caros para o consumidor neste ano. 

Especificamente no e-commerce, a previsão de vendas na Páscoa para este ano podem ser 6% maiores em número de pedidos. No ticket médio, o crescimento deve ficar em 4%. 

Para Martinez, independentemente do canal escolhido, as vendas na Páscoa chegam para quem souber gerar uma experiência direcionada ao consumidor. A partir disso, o presidente aconselha os lojistas a estabelecerem relação de confiança com o cliente. 

“Acredito que a Páscoa de 2023 será de integração, tanto das pessoas, quanto entre pessoas e marcas, além da integração dos canais disponibilizados pelas empresas, com as redes sociais”, destacou ainda da necessidade do lojista em atentar aos diferentes perfis dos clientes que compram os produtos de páscoa.

A data é uma das mais importantes para o comércio. Entre as próximas épocas de vendas, o Dia das Mães é o mais aguardado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também