segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Virada Feminina reúne 300 mulheres

11 junho 2017 - 08h00

A 1ª Virada Feminina Poaense, realizada ontem, reuniu aproximadamente 300 mulheres na Praça dos Eventos. A realização do evento é do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, em parceria com a Secretaria da Mulher. Objetivo da iniciativa foi fortalecer e conectar ações de empoderamento feminino e, principalmente, registrar o legado de grandes mulheres poaenses que marcaram seus nomes na história ou que têm desenvolvido atividades na cidade e se destacam pelo trabalho de excelência em diferentes setores. A abertura da atividade contou com a participação do vice-prefeito Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Poá, Andressa Lopes, da secretária da Mulher, Jeruza Reis, da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Mildima Ferreira Lima, da presidente nacional da Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil (Libra), Marta Lívia Suplicy, de secretários municipais, entre outros. "Agradeço a Deus por essa oportunidade de proporcionar conhecimento. Estou muito feliz por hoje ser um dia em que discutimos como uma mulher pode ajudar a outra e desta forma promovermos uma transformação da sociedade", comentou Mildima. Andressa disse que foi uma grande honra participar da 1ª Virada Feminina Poaense. "Trago um abraço do prefeito Gian Lopes (PR), que apoia e entende a importância de iniciativas como esta. Essa é uma grande oportunidade para discutirmos como nós mulheres podemos atuar em conjunto em busca de melhorias. Coloco o Fundo Social à disposição para realizar ações, contem comigo e com a administração municipal. Juntas somos mais fortes". O vice-prefeito também ressaltou a importância do evento. "Fico muito feliz em participar de um evento que tem como propósito a conscientização da importância do papel da mulher e a promoção da igualdade entre homens e mulheres em todos os seus aspectos. Hoje a mulher tem tomado seu espaço e realizado grande ações e isso precisa ser reconhecido". A secretária da Mulher reforçou que este foi um dia especial. "A 1ª Virada Feminina é uma atividade para mostrarmos que as mulheres, em qualquer lugar, têm uma causa para lutar. Nós podemos fazer a diferença. Eu aprendi que sempre devemos fazer o nosso melhor. Então nós devemos lutar dia a dia, por direitos, por igualdade, mas principalmente pelo respeito à condição feminina". A presidente da Libra reforçou que apesar dos avanços registrados, as mulheres têm muito ainda o que conquistar. "Mas para mudar esse quadro precisamos estudar muito e incentivar a participação da mulher na política, desde a hora de votar até a de, efetivamente, fazer a diferença nos grupos e associações de bairros e classes e formar novas mulheres preparadas para ocuparem este espaço de relevância política, nas várias esferas do governo".