Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
PMMC SEGURANÇA
PMMC NOVEMBRO AZUL
Pmmc maternidade
Pmmc Refis 2019
PMMC MIGO

Associação ressalta importância de projetos voltados ao público idoso

Coordenadora AAMAE de Suzano, Eudite Dias, destaca a importância da construção de novo Centro Dia do Idoso

Por Isabelle Santini - de Suzano07 OUT 2019 - 20h45
Coordenadora da Associação de Assistência a Mulher ao Adolescente a Criança Esperança (AAMAE) de Suzano, Eudite Dias, explica a importância e o cuidado aos idososFoto: Sabrina Silva/DS
Políticas públicas bem planejadas têm o poder de transformar e, principalmente, aumentar a expectativa de vida da população, em especial acima de 60 anos. Em Suzano, por exemplo, a coordenadora da Associação de Assistência a Mulher ao Adolescente a Criança Esperança (AAMAE) de Suzano, Eudite Dias, explica a importância e o cuidado aos idosos. Ela ainda destaca a questão da construção de mais unidades do Centro Dia do Idoso (CDI) na cidade.
 
Eudite conta que a missão da AAMAE é garantir o direito e o cuidado, com dignidade e amor aos idosos. A entidade é a responsável pela administração do CDI, situado no Boa Vista, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. 
 
O novo equipamento público suzanense conta com ambulatório, refeitório, sala de coordenação e administração, banheiros adaptados, horta, academia ao ar livre, cozinha, sala de descanso, sala das técnicas, sala de atendimento individual e coletivo, sala de múltiplas atividades. Futuramente, a coordenadora afirma que uma piscina para atividades de hidroginástica deve ser implantada. 
 
O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano, Murilo Inocêncio, informou, no dia 1º deste mês, que mais dois CDIs devem ser construídos na cidade. Estudos estão sendo feitos com o governo estadual para efetivação. "É uma ótima ideia a construção de mais CDIs na cidade, pois a demanda é grande", reitera Eudite.
 
No local, que atende 38 idosos, é oferecido alimentação, atividades físicas e sócio-culturais, para estimular a socialização e convivência do público. "Essas ações estimulam a valorização ao idoso. Estimula, também, o empoderamento, melhoria da qualidade de vida e dá ao idoso mais autonomia. Eles exercitam a mente e o corpo. Geram resultados que impactam a longo prazo na vida dos idosos e das famílias. A nossa meta é atender 50 idosos", diz Eudite.
 
A coordenadora acredita que os idosos mudam e evoluem por meio das atividades praticadas no CDI. "Eles têm a oportunidade de uma vida mais ativa. É um resgate da dignidade deles, para que possam socializar".
 
O cuidador Wallace Santos informou que se sente honrado em poder trabalhar no CDI oferecendo auxílio e cuidado aos idosos. "É algo importante, me sinto honrado. E faz com que eu pense mais no meu futuro".
 
Palestras e almoços com as famílias dos idosos são realizados com periodicidade. "Se os idosos estão melhorando, significa que nosso trabalho vem trazendo resultado. Nossa equipe é dedicada e por isso dá certo. Queremos que eles se sintam bem", ressalta Eudite.
 
"Tudo o que o idoso precisa, ele encontra aqui no CDI. Não tem preço poder fazer parte e ter a chance de mudar a vida dos idosos para melhor", conta Wallace. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias