sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

25,7% cobram menor tempo de espera em consultas

20 maio 2017 - 08h00

Pesquisa apresentada ontem durante a primeira reunião da revisão do Plano Diretor apontou que 25,7% da população cobra diminuição de tempo para atendimento em consultas e exames. Além disso, 25,3% pedem a ampliação de quadro médicos e especialistas. Os números foram apresentados no Centro Unificado de Serviços. A pesquisa mostrou um panorama dos problemas diagnosticados, quando houve reuniões do Plano Diretor, em 2014. Além da saúde, os dados mostram a opinião do suzanense em setores, como: planejamento urbano e territorial, falta de emprego e precarização das moradias e situações de risco. Ainda na área da saúde, a pesquisa mostrou que 21,7% querem aumento no tempo de atendimento; 18,3% pedem construção de postos de saúde e 9% solicitam acréscimo na saúde de famílias. Na ocasião, também foi mostrado que 64% apontou a cidade como regular, 20% sendo boa e 16% ruim. Tanto para região do Boa Vista, quanto na área do Centro e do Distrito de Palmeiras, a porcentagem ficou 59% regular, 23% bom e 18% ruim. Dentro da pesquisa, a população também expôs o que precisa em cada setor identificado como problema. Em relação a moradia, 28% dos suzanenses pedem para ampliar áreas de Habitação de Interesse Social (HIS), 24% querem aumento no mercado popular, 21% solicitam incentivo de movimento social. Sobre o Meio Ambiente, 26% da população pede despoluição de rios e córregos, 21% solicitam saneamento básico, 17,6% querem educação ambiental, 16,7% cobram proteção ambiental e 18,7% requisitam coleta seletiva. O esporte e lazer também fazem parte da pesquisa. Criar parques e áreas de lazer regionais são os mais pedidos, com 25%. Outros 19,6% da população solicita parcerias com instituições privadas para incentivo do esporte, 19% querem que a Prefeitura incentive esportes e atletas, 18,7% pedem construção de complexos esportivos e 17,7% requisitam ampliação de programas e escolas de sabe de esporte. Em relação à Educação, 28,7% pedem criação de escolas técnicas profissionalizantes, 18,7% solicitam capacitação de professores, 9,7% querem melhora da merenda, 20,6% cobram escolas em período integral e 22,3% exigem construção de escolas e creches. Já no setor cultural, os pedidos são: 30% realizar mais eventos culturais, 18% ampliar incentivo aos artistas locais, 23,3% construção de centros culturais, 12,3% ampliação da agenda cultural e 16,4% resgatar edifícios como patrimônio. Sobre o desenvolvimento social, 21,3% pedem implantação de equipamentos de atendimentos social, 21% querem ampliação de atendimento a famílias em situação de vulnerabilidade. Por fim, a Defesa Social também é cobrada. Sendo que 26,3% da população exige melhora na iluminação pública, 19,7% pedem ampliação da guarda preventiva, 18,3% cobram criação de mecanismo de monitoramento.

Deixe seu Comentário

Leia Também