terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

85 mil mídias piratas apreendidas são destruídas

09 junho 2017 - 08h01

A Prefeitura destruiu ontem, na Garagem da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos , 85 mil mídias piratas. Os materiais se dividem em CD's e DVD's falsificados, apreendidos nos últimos quatro meses pelo Departamento de Fiscalização de Posturas, em apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). As ações continuam sendo executadas no quadrilátero central da cidade, a fim de coibir a comercialização de produtos pirateados e que patrocinam a concorrência desleal. A ação contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego, André Maurício Loducca, além do chefe do Departamento de Fiscalização de Posturas, Edson Tavares. O material recolhido foi destruído com o auxílio de um rolo compressor. A máquina compactou todas as unidades que, uma vez destruídas, serão fornecidas a uma empresa de reciclagem do município, para que tenham a destinação ecologicamente correta. A operação de apreensão e de destruição de mídias piratas faz parte da política de combate ao comércio irregular. Desde o início de 2017, diligências constantes estão sendo realizadas na região central. "Queremos fazer, especificamente do quadrilátero central, um espaço adequado, para que tanto o comércio quanto a população possam usufruir normalmente dos benefícios de uma calçada organizada, com direito à acessibilidade e à segurança. Desde as primeiras operações executadas em janeiro deste ano, já recolhemos das ruas milhares de produtos ilegais, entre mídias e demais mercadorias eletrônicas de nota fiscal comprovada", disse Loducca. Ele lembrou, ainda, que, “a partir de agora, a finalidade será reorganizar o comércio informal, estabelecendo padrões de trabalho e oferecendo oportunidade para os marreteiros regularizarem suas atividades, com auxílio da administração municipal", observou o gestor. O trabalho autônomo em Suzano pode ser oficializado via cadastro do Microempreendedor Individual (MEI), conforme reitera Loducca. Os comerciantes informais também têm a oportunidade de se beneficiarem com o microcrédito do Banco do Povo Paulista e de receberem orientações e capacitações.

Deixe seu Comentário

Leia Também