segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Abuso e exploração sexual cresce 152% e chega a 101 ocorrências

18 maio 2017 - 08h00

O número de casos de abuso e exploração sexual aumentou 152,5% entre 2015 e 2016 em Suzano. No final do ano de 2015, foram registradas 40 ocorrências. Em 2016, subiu para 101 casos. Os dados foram divulgados ontem pelo Conselho Tutelar e serão apresentados hoje em evento no Teatro Municipal Doutor Armando de Ré pelas duas unidades da cidade. A intenção é diminuir o número dessa violação de direitos por meio de melhores atendimentos, palestras e campanhas. Há dois anos, do total de 40 casos de abuso, a região central foi a que computou maior número, sendo 16 ocorrências. Na sequência ficou a região do Rio Abaixo, com 15 casos. Palmeiras registrou nove casos. Já no ano passado, não houve a delimitação dos atendimentos. Porém, sabe-se que dos 101 casos registrados em 2016, 87 foram de abuso e 14 de exploração sexual. Do total de ocorrências atendidas pelo conselho, em 2015, foram contabilizadas 9 mil. Já no ano passado foram realizadas 13.801 ocorrências, o que representa um aumento de 4.801 ocorrências. Para prevenir esses crimes, a conselheira tutelar e presidente do 1º unidade, Sonia Aparecida da Silva Pimenta, afirmou que realizações de campanhas e palestras são de extrema importância. "Acredito que, por meio dessas iniciativas, teremos mais sucesso nos casos. A pessoas sendo orientadas, denunciarão mais rápido e logo entraremos com as medidas necessárias para tratar e solucionar os casos", enfatizou. Depois de abuso e exploração sexual, os casos mais registrados são de maus tratos, negligência familiar e abandono. "Os trabalhos estão sendo desenvolvidos da forma mais rápida e eficaz para que esses tipos de casos deixem de aparecer. Sabemos que é difícil, mas com dedicação vai dar certo e vamos fazer o bem as crianças e jovens que precisam", completou.