terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Ashiuchi fala sobre proposta a servidores e em gestão responsável

11 maio 2017 - 08h00

A falta de recursos disponíveis no orçamento anual da cidade para ajustar o salário dos servidores públicos de Suzano está entre os motivos que impedem o avanço na negociação entre a administração municipal e o sindicato da categoria. Ontem, após inauguração do bicicletário da estação de trem de Suzano, o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) falou sobre a possibilidade dos funcionários entrarem em greve na próxima segunda-feira. "Assumi o governo com outra visão, de gestor e de conversar com os funcionários, falar da realidade. Hoje, trabalho para aumentar a proposta aos trabalhadores, que atenda as necessidades, com plano de saúde, vale-refeição, vale-alimentação e 4,75% de reajuste. Não sou contra o sindicato, dialogo com ele, mas falo também com os funcionários", explica. O republicano disse ainda, em entrevista coletiva, que tem sido sincero com a categoria (Sindicato dos Servidores Públicos). Ele frisa também que dos 5 mil funcionários públicos de Suzano, apenas 902 são sindicalizados. "Além de terem deixado um orçamento irreal, deram um abono no último ano de forma indevida. Trabalho hoje com esta proposta real para não deixar de cumprir o pagamento dos salários e fechar o 13º no final do ano. Tratamos os funcionários com dignidade e queria poder atender o que eles pedem, mas não temos essa possibilidade, falta esse recurso no orçamento", completa. Conforme divulgado ontem pelo DS, o Sindicato dos Servidores protocolou na terça-feira um ofício junto ao gabinete do Executivo. O documento comunica oficialmente a municipalidade sobre a greve prevista para segunda. A paralisação deverá acontecer por tempo indeterminado, até que administração entre em negociação com os servidores.

Deixe seu Comentário

Leia Também