Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 24 de maio de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/05/2019
PMMC MEGAMUTIRAO
centerplex 23 a 29/05
PMMC CAMPANHA DE AGASALHO
PMMC MAIO AMARELO
GOVERNO DO ESTADO - ICESP
Prefeitura de Suzano

Ashiuchi garante apoio em atendimento na Escola Raul Brasil

Anúncio foi feito durante reunião do Plano de Apoio e Acolhimento, organizada pela Secretaria de Estado da Educação

Por de Suzano16 MAR 2019 - 23h54
Ashiuchi garante apoio em atendimento na Escola Raul BrasilFoto: Sabrina Silva/DS
A Prefeitura de Suzano vai auxiliar na próxima semana (de 18 a 22) no atendimento aos alunos e profissionais da Escola Estadual Professor Raul Brasil, bem como aos familiares e amigos das vítimas do crime que ocorreu na última quarta-feira (13), quando dois adolescentes armados e encapuzados invadiram a escola e efetuaram disparos contra estudantes e profissionais da instituição de ensino, deixando dez mortos e mais de 20 feridos.
 
O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi durante reunião do Plano de Apoio e Acolhimento, organizada pela Secretaria de Estado da Educação na própria unidade de ensino, localizada no Jardim Imperador.
 
Com início às 14 horas, o encontro para definir as estratégias teve à frente o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares da Silva, que afirmou a importância da união entre os governos municipal, estadual e federal para oferecer cuidados imediatos à Escola Estadual Professor Raul Brasil e também para criar mecanismos que serão adotados nas escolas.
 
“Neste primeiro momento, vamos (governo do Estado) disponibilizar 20 profissionais da Educação durante a próxima semana para garantir o funcionamento da escola Raul Brasil. Nosso objetivo é abrir a unidade de ensino para receber alunos, familiares, educadores e todos aqueles que desejarem se consultar com psicólogos e outros especialistas da Saúde. Além disso, queremos que o local seja um ponto de apoio a toda a comunidade, pois vamos oferecer atividades que possam ajudar as pessoas a viverem o luto”, informou Silva. Durante o encontro, ficou definido ainda que na segunda-feira (18) a escola será aberta às 10 horas para acolhimento dos funcionários que desejarem receber atendimento psicológico. Já na terça-feira (19), o serviço será voltado aos alunos, com atividades de reflexão e rodas de conversa. Para o dia seguinte (20) haverá abertura para a comunidade e familiares.
 
“Não teremos atividades obrigatórias aos professores e aos alunos. Vamos respeitar o tempo de cada um e o da escola. Reforço que precisamos nos preocupar com as pessoas, seja com a segurança preventiva ou com a segurança mental. Nós teremos atendimento durante toda a semana, individual ou coletivo. Estaremos aqui para ajudar”, declarou o secretário de Educação do Estado.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias