domingo 14 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Assistência Social encaminha 11 moradores de rua para abrigo

03 junho 2017 - 08h00

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, por meio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), realizou, na manhã de ontem, na Praça João Pessoa, mais uma ação integrada de abordagem a pessoas em situação de rua. A medida teve como objetivo encaminhá-las ao Centro Social Bom Samaritano, vinculada à Entidade Cáritas Paroquial Regional, que mantém convênio com a municipalidade. Um total de 11 pessoas aceitaram o serviço de acolhimento. Por meio de convênio firmado com o Bom Samaritano, a Prefeitura disponibiliza 50 vagas para atendimento destinado às pessoas que estão em situação de rua em razão de abandono, de migração e de ausência de residência. O serviço também é oferecido àqueles que estão sem residência fixa e sem condições de autosustento. A ação foi realizada por volta das 6 horas de ontem, pela pasta chefiada por Claudinei Valdemar Galo. Com a GCM, as equipes de abordagem social orientaram os moradores de rua da praça, com o objetivo de manter a ordem no espaço público e, ao mesmo tempo, fazer valer a política de acolhimento social. A Prefeitura informou que ações desta natureza estão sendo promovidas em Suzano desde o início deste ano em vários pontos de concentração de pessoas em situação de rua. Elas são repetidas semanalmente, com a finalidade de promover a reinserção social de cada acolhido, conforme explica Galo. "Este trabalho é minucioso e visa à abordagem de quem está nas ruas. Nosso objetivo é acolher essas pessoas, por meio de abrigo, ao passo em que buscamos meios de identificar seus familiares, oferecer oportunidade para que resgatem documentos, ou até mesmo conquistem um emprego. Estamos intensificando essa iniciativa a cada semana. Vale lembrar que o cuidado com quem está na rua é uma prerrogativa do prefeito (Rodrigo Ashiuchi-PR), que deseja que tudo seja feito de forma humanizada, sem arbitrariedade", complementa. ABORDAGENS O Creas é o órgão do Serviço Especializado em Abordagem Social, responsável pela identificação de crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e famílias, que utilizam espaços públicos como moradia e/ou para sobrevivência. O trabalho compreende ações direcionadas de sensibilização e de orientação. A Prefeitura também oferece apoio para a emissão de documentos pessoais; acesso à rede de serviços inter setoriais (saúde, defesa civil, habitação, desenvolvimento econômico, segurança pública, entre outros); acesso ao serviço de acolhimento institucional para adultos e famílias (abrigo); apoio para a reinserção comunitária e/ou familiar; cadastro para a inclusão em programas de transferência de renda; bem como o acesso a cursos profissionalizantes, de geração de renda e ao mercado de trabalho. O trabalho desenvolvido pelo Creas segue os protocolos da Política Nacional de Assistência Social.