sábado 22 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Atividade Delegada vai reduzir criminalidade, afirma especialista

Especialista em segurança garante que o projeto poderá diminuir a taxa de crimes do município

11 março 2019 - 23h45Por Dennis Maciel - Suzano
Suzano poderá ter 'Atividade Delegada' ainda neste ano. O especialista em segurança pública e privada, Jorge Lordello, aprova a iniciativa e afirma que o projeto poderá ajudar a diminuir a taxa de criminalidade da região. Segundo ele, o histórico bem sucedido do projeto cria uma boa expectativa para a versão suzanense. 
 
O projeto permite que os policiais militares desempenhem suas funções nos dias de folgas. Jorge Lordello explica que o primeiro teste do programa foi feito na capital, por volta de 2009. "O projeto foi inaugurado em 2009 na capital, e desde então têm trazido bons resultados para a segurança pública do Estado", conta.
Jorge explica que a área de atuação do 'Atividade Delegada' costuma ser direcionado a áreas muito movimentadas. "No caso da região central, o Atividade Delegada é direcionada a áreas muito movimentadas, como por exemplo, a 25 de março. Acredito que o mesmo será feito em Suzano e trará uma diminuição na taxa de criminalidade da região", afirma. 
 
A Prefeitura iniciou as negociações com a Polícia Militar (PM) para a implantação da Atividade Delegada no município. A Atividade Delegada é um convênio firmado entre as prefeituras e a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) que permite aos policiais militares desempenharem suas funções nos dias de folgas.
 
No projeto, os PMs podem trabalhar, no máximo, 12 dias por mês e a carga horária não pode passar de oito horas diárias. O convênio tem duração de três anos e pode ser prorrogado por mais cinco.
"A idéia da 'Atividade Delegada' surgiu nos Estados Unidos. No exterior a contratação é feita por empresas privadas e associações, diferente do sistema adotado no Brasil. Após o sucesso desta estratégia na capital, o projeto foi reproduzido e firmado em outras cidades do Estado", acrescenta o especialista em segurança.
 
O valor de investimento previsto inicialmente em Suzano será de R$ 20 mil mensais. Diante disso, será montado um plano de trabalho de acordo com as necessidades do município. Para começar haverá disponibilidade de equipes da Atividade Delegada em diversos bairros, como Centro, Palmeiras e região norte, principalmente nos finais de semana, quando se registra um maior 
 
A prefeitura afirmou que para a conclusão do convênio pode ser necessária a adequação da legislação municipal para a autorização da SSP. Todo o processo deve ser finalizado em até seis meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também