sábado 15 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Rodovias

Ayrton Senna e Índio Tibiriçá lideram ranking de acidentes

Números mostram que houve uma redução geral de acidentes de 2018 para 2019, segundo Polícia Rodoviária

26 maio 2019 - 00h10Por Daniel Marques - de Suzano
As rodovias Ayrton Senna (SP-70) e Índio Tibiriçá (SP-31) lideram o número de acidentes no Alto Tietê.
São 513 e 98 registros nos primeiros cinco meses deste ano (janeiro a maio), respectivamente.
Os números referem-se à acidentes com e sem vítimas. Em relação a todas as rodovias, os números apresentaram queda de pouco mais de 14%. Os dados são da Polícia Militar Rodoviária.
 
Os registros se referem ao Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-70), além das rodovias Índio Tibiriçá (SP-31), Ayrton Senna (SP-70), Mogi-Dutra (SP-88) e Mogi-Bertioga (SP-98).
 
A via que mais registrou acidentes foi a Rodovia Ayrton Senna (SP-21) até o momento, com 513 registros, seguida pela Rodovia Índio Tibiriçá (SP-31), que teve 98 acidentes. 
A Mogi-Bertioga (SP-98) registrou 94 acidentes. A Rodovia Mogi-Dutra vem em seguida, com 71 casos.
 
Os números mostram que houve uma redução geral de acidentes de 2018 para 2019. Três das cinco vias sofreram redução nos acidentes no período de janeiro a maio: a Mogi-Dutra (SP-88) reduziu de 89 casos para 71, a Mogi-Bertioga (SP-98) teve 94 acidentes em comparação aos 96 do ano passado e a Ayrton Senna (SP-70) teve queda nos números, de 629 para 513. Na Rodovia Índio Tibiriçá (SP-31), o número se manteve em 98 acidentes nos dois anos.
 
No entanto, no Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21), o número de acidentes subiu de 36 em 2018 para 54 nesse ano, no período de janeiro a abril. 
 
MAIO AMARELO
Durante o mês de maio, a Agência de Transporte de São Paulo (Artesp) e as 21 concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado vão intensificar ações de conscientização de motoristas e pedestres por um trânsito mais seguro.
 
Em apoio ao Movimento Maio Amarelo, sob o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, serão realizadas mais de 200 atividades interativas em todo o Estado de São Paulo. As ações também compreendem a distribuição de material educativo com foco nos diversos atores do trânsito como motoristas.