domingo 19 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Barrado pela Justiça, Candido reconhece inelegibilidade e deixa disputa para prefeito de Suzano

Ex-prefeito concedeu coletiva e não cravou nome do PSOL que vai substituí-lo

05 abril 2024 - 15h53Por Gabriel Vicco - Da Reportagem Local

O ex-prefeito de Suzano, Marcelo Candido (PSOL), reconheceu, pela primeira vez, sua inelegibilidade para concorrer às eleições e anunciou que deixou a disputa para a Prefeitura em 2024.

O anúncio aconteceu em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (5).

Durante a coletiva, o político disse que “aceita a inelegibilidade”, já que a decisão judicial não permite receber mais recursos. “Em respeito às leis, às decisões judiciais e à população, eu queria dizer que eu aceito o argumento de que eu estou inelegível. Antes não aceitava porque cabia recurso”.

Candido disse que, mesmo assim, entrou com uma ação rescisória, com o objetivo de anular a decisão de mérito. No entanto, qualquer pronunciamento da Justiça não dará tempo de o habilitar para a disputa.

CÉLIA

Perguntado sobre o candidato à Prefeitura de Suzano em 2024 em seu lugar, Candido afirmou que o nome será divulgado nos próximos dias. Um nome especulado é o da ex-secretária de Saúde, Célia Bortoletto. “O PSOL, junto com a Rede, fará reuniões e discussões para decidir juntos o nome do candidato. O PDT, que está alinhado conosco, também tomará a decisão que vai levar a um anúncio breve da pessoa que queremos indicar ao pleito. A Célia, recentemente, deixou o PT e se filiou ao PSOL. Respeitamos as especulações, mas não tem decisão tomada”.

Deixe seu Comentário

Leia Também