quinta 18 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Bebês com comorbidades podem ser vacinados contra a Covid-19

Atendimento se inicia nesta quinta-feira (17/11) em seis unidades de saúde administradas pela Prefeitura de Suzano

17 novembro 2022 - 08h00Por de Suzano
A campanha de vacinação contra o coronavírus (Covid-19) avança mais uma etapa em Suzano. Desta vez, os contemplados são os bebês com comorbidades que possuem entre seis meses a 2 anos de vida. O atendimento deverá ocorrer de maneira estratégica em seis unidades de saúde do município, a fim de otimizar a imunização que dispensa o agendamento prévio. Para receber a primeira dose será necessário apresentar receita ou relatório médico que ateste a comorbidade da criança.
 
O imunizante destinado ao novo público-alvo estará disponível na Unidade Básica de Saúde (UBS) Prefeito Alberto Nunes Martins – CS2 (avenida Paulo Portela, 205 – Centro); UBS Professor João Olímpio Neto (rua Getúlio Moreira de Souza, 837 – Parque Residencial Casa Branca); UBS Stelina Maria Barbosa (rua Maria do Carmo Borges Lingeard, 125 – Miguel Badra Alto); UBS Vereador Octacilio de Carvalho Schiavi (rua Presbítero Benedito de Oliveira, 35 – Jardim Dona Benta); UBS Palmeiras (rua Crispim Adelino Cardoso, 137 – Recanto Feliz); UBS Tabamarajoara (rua Sebastian Rossel Garcia, 40 – Tabamarajoara).
 
O atendimento deverá ocorrer de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas, sem a necessidade de agendamento prévio. Para a aplicação da dose será exigida a apresentação de documento médico que ateste a comorbidade da criança, além de documentos pessoais de praxe, como RG, CPF, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), comprovante de endereço e carteirinha de vacinação.
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 1.340 crianças entre seis meses e 2 anos de vida apresentam condições pré-existentes de comorbidade no município, segundo números estimados pelo governo do Estado para repasse das doses. O público que integra o grupo eleito à vacinação são as crianças com cardiopatias crônicas, asma grave, doenças neurológicas crônicas, imunossupressão, pneumopatias e outras comorbidades.
 
Esquema vacinal
 
É importante lembrar que para a vacinação dos bebês deverá ser utilizado o imunizante “Pfizer Baby”, que requer um esquema vacinal composto por três doses, com intervalos de quatro semanas entre a primeira e a segunda aplicação, e de oito semanas entre a segunda e a terceira dose. O secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, destacou a importância da vacinação e do reforço para todos os públicos.
 
“Precisamos nos manter vigilantes e nos atentarmos ao ligeiro aumento dos casos de Covid-19 e demais síndromes gripais observado nas últimas semanas. Por isso, recomendamos que todos verifiquem as doses em atraso e busquem a unidade de saúde mais próxima para colocar a vacinação em dia. A imunização dos bebês com comorbidades é mais um importante passo que damos para saúde, segurança e bem-estar de nossas famílias”, destacou o chefe da pasta.

Deixe seu Comentário

Leia Também