quinta 18 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Biblioteca tem acervo em braille e itens de leitura para os deficientes visuais

Quase 300 exemplares em braille foram disponibilizados para empréstimo à população

13 dezembro 2022 - 21h33Por de Suzano
A Biblioteca Pública Professora Maria Eliza de Azevedo Cintra, localizada nas dependências do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi (rua Benjamin Constant, 682 - Centro) conta atualmente com quase 300 exemplares de livros em braille e equipamentos específicos para leitura e impressão para este público. Os títulos já estão disponíveis para consulta desde terça-feira (13/12), data em que é comemorado o Dia Nacional do Cego. As obras foram doadas pela Fundação Dorina Nowill para Cegos e grande parte do material é didático e tem cunho pedagógico.
 
Para fazer o empréstimo dos livros em braille, ou de qualquer obra do acervo, é necessário comparecer à instituição com documento de identidade com foto e comprovante de residência. Após a apresentação dos documentos será feito um cadastro e em sequência a carteirinha de acesso. Os munícipes podem pegar emprestado até dois livros por vez, com prazo de devolução fixado em 14 dias. A concessão deve ser feita presencialmente e ocorre de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas.
 
As obras disponíveis podem ser consultadas pelos cidadãos por meio do sistema Alexandria, uma ferramenta de busca do acervo municipal. O acesso é feito no site da prefeitura (www.suzano.sp.gov.br) e na sequência é necessário clicar na seção “Cidadão – Serviços e Informações” e em “Biblioteca Pública”.
 
Ainda por intermédio do Sistema Alexandria, o usuário pode consultar o acervo de qualquer uma das outras quatro bibliotecas públicas do município, localizadas nos Centros Culturais Palmeiras, Colorado e Boa Vista e no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) do Jardim Gardênia Azul.
 
O secretário municipal de Cultura, o vice-prefeito Walmir Pinto, destacou que a disponibilização desses exemplares e equipamentos tem como foco principal incluir e oferecer a possibilidade de leitura aos deficientes visuais. “Promover aos moradores esse tipo de material é importante para promover a interação deste público com a sociedade, além de estimular e contribuir com o desenvolvimento e conhecimento dos moradores de Suzano que possuem deficiência visual”, destacou o secretário e vice-prefeito.

Deixe seu Comentário

Leia Também