quarta 21 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cultura

Casarão da Memória convida suzanenses para um mergulho na história da cidade

Em meio às férias escolares, local se apresenta como ótima atração para crianças e adultos neste começo de ano

14 janeiro 2023 - 20h00Por De Suzano

O Casarão da Memória Antônio Marques Figueira está de portas abertas neste mês de janeiro para receber crianças e adultos que buscam entretenimento cultural de forma gratuita. O espaço recebe os visitantes de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e está localizado na rua Campos Sales, 547, no centro, decorado com as marcas da história do município. O local destaca a formação da sociedade suzanense, os registros da chegada dos imigrantes, os detalhes da emancipação do município e o mobiliário idêntico ao utilizado pelo prefeito Abdo Rachid, primeiro chefe do Executivo do município que governou a cidade de 1949 a 1953, além da pesquisa sobre o desenvolvimento da imprensa regional.

Aberto em setembro de 2021 no imóvel centenário, o Casarão conseguiu em 16 meses estabelecer importantes vínculos com a população, que vem contribuindo para a riqueza do acervo. Já houve a doação, por exemplo, do kimono de um imigrante japonês da década de 1920, época da chegada ao Brasil, que poderá ser visto em algumas das exposições que serão realizadas neste ano. Outro item doado foi a poltrona do empresário italiano Carlos Molteni, que também morou na cidade, sendo essa uma peça idêntica à que fazia parte do mobiliário do gabinete do ex-prefeito Abdo Rachid.

No acervo, ainda há destaque para a exposição da porta original da Comunidade Nossa Senhora da Piedade, a Igreja do Baruel, um dos espaços símbolos da cidade, além de uma réplica da estrutura. A construção do templo se confunde com a história do município, que também pode ser acompanhada pelos registros da imprensa. O Casarão ainda possui exemplares de jornais que contam os fatos do município desde a década de 1960, podendo ser acessados por estudantes e outros interessados por meio de agendamento pelo telefone (11) 4748 6949.

O espaço também conta com um local de eventos, que abrigou diversos festivais ao longo do ano. Em 2022, foram organizadas confraternizações para celebrar o Natal e as festas juninas, além de inúmeras apresentações culturais. Para as crianças, em especial, é promovido um Teatro de Bonecos, que será retomado nesta quinta-feira (19/01). O espetáculo propõe uma encenação que ensina as crianças como se deu o desenvolvimento da cidade de Suzano.

De acordo com a diretora de Patrimônio Cultural de Suzano, Rita Paiva, o espaço busca cumprir o seu papel de conectar os suzanenses com a história. “Dialogar por diferentes linguagens é a nossa premissa para mostrar a população como surgiu nossa cidade, por isso temos em nossos acervos peças que representam a evolução do município”, destacou.

Por sua vez, o secretário municipal de Cultura, o vice-prefeito Walmir Pinto, afirmou que o convite para a visitação ao Casarão da Memória é aberto não só aos suzanenses, mas a todos aqueles que queiram conhecer a história do município. “Suzano está inserida em uma das maiores regiões metropolitanas do mundo, então olhando por esse contexto e observando o crescimento do Estado e da Grande São Paulo, devemos lembrar que a cidade também é parte da história paulista e, porque não dizer, do Brasil como um todo. Esse convite também é estendido a todos aqueles que gostam de história, seja morador de Suzano, de outras cidades do Alto Tietê, ou de qualquer outra região”, apontou o chefe das pasta.

Para o prefeito Rodrigo Ashiuchi, o trabalho do Casarão valoriza o município e toda a sociedade. “A preocupação que temos em resgatar a história da cidade mostra que nós damos valor à preservação e ao desenvolvimento da cultura da nossa população. Por isso é importante que os suzanense possam visitar este espaço, que é o guardião das memórias da nossa cidade, e levar os filhos e netos para apresentar como o município foi construído ao longo dos anos”, definiu o chefe do Executivo municipal.

Mais informações sobre o calendário de eventos, exposições e doação de itens históricos podem ser obtidas pelo telefone (11) 4748 6949.