sexta 21 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Operação Cata-Treco

'Cata-Treco' percorre 17 bairros a partir desta quinta-feira

Ação é viabilizada pela Secretaria Municipal de Governo e conta com a utilização de dois caminhões

04 janeiro 2023 - 16h30Por de Suzano

A Operação Cata-Treco da Prefeitura de Suzano definiu para esta quinta-feira (05/01) o início dos serviços de remoção dos materiais que não possuem mais a mesma utilidade de quando foram adquiridos.

Ao todo, 17 bairros serão contemplados com o serviço já neste início de ano. A ação é viabilizada pela Secretaria Municipal de Governo e conta com a utilização de dois caminhões, que passarão pelos locais durante os próximos sete dias úteis recolhendo os materiais inservíveis.

O primeiro veículo irá visitar as ruas dos bairros Cidade Miguel Badra, Jaguari, Badra-Planalto, Sesc e Chácara Miguel Badra. Já o segundo caminhão tem a programação prevista para Vila Amorim, Vila Nova Amorim, Vila Feliz, Vila Mazza, Vila Urupês, Jardim Santa Lúcia, Jardim Residencial Suzano, Jardim Cacique, Jardim Luella, Jardim Colorado, Jardim Novo Colorado e Jardim Aeródromo Internacional. A programação prevê que os veículos transitem pelas ruas entre 8 e 17 horas.

Dentre os objetos que podem ser descartados estão madeiras, mesas, sofás, colchões, eletrodomésticos, e outros inservíveis, exceto resíduos de construção civil, como entulhos. O serviço também contempla o recolhimento de isopor, vidro e de todos os tipos de óleo, que devem ser entregues em garrafa PET fechada. Para que os materiais sejam retirados, os moradores devem deixar os objetos do lado de fora da residência.

Para o secretário de Governo de Suzano, Alex Santos, o desenvolvimento deste projeto é uma maneira de combater o descarte de materiais em locais inapropriados, o que contribui diretamente com a poluição. “Se desfazer de forma inadequada de inservíveis implica diretamente em vários setores do meio ambiente, como na formação de ilhas de lixo nos rios, ação que prejudica a fauna e flora da nossa cidade", comentou.