quarta 21 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

"Chegar ao topo da carreira é um dos maiores desafios para as delegadas", diz presidente do Sindpesp

Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo promoveu encontro em referência ao Dia Internacional da Mulher, para a reflexão da carreira e palestras sobre bem-estar, saúde física e mental e cuidados pessoais

20 março 2023 - 18h57Por de Suzano
No mês dedicado às mulheres, o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) chama a atenção para a dificuldade que as delegadas enfrentam para chegar ao topo da carreira. Atualmente, das 498 delegadas na ativa nas Delegacias e em outros departamentos da Polícia Civil, apenas 17 chegaram à classe especial - o maior posto a ser alcançado na estrutura bandeirante. E, mais: em toda a história da corporação, apenas 6 delegadas se aposentaram no último posto, entre 297: 
 
“Estes números mostram o quanto é mais difícil para nós, delegadas, alcançarmos o topo máximo da profissão. É necessária uma política de valorização das delegadas, para que se sintam estimuladas a crescerem e a permanecerem na carreira; para que possam chegar ao topo nas mesmas condições de igualdade dos homens”, reforçou a presidente do Sindpesp, Jacqueline Valadares, na abertura do evento que a entidade promoveu na 6ª feira (17/3), em referência ao Dia Internacional da Mulher.
 
Os dados apresentados pela delegada apontam ocupação desigual de cargos na Polícia Civil do estado de São Paulo. De um total de 29.769 profissionais na ativa, há 2.559 delegados. Neste quadro, apenas 498 são mulheres - uma proporção de apenas 1 mulher para cada 4 homens na função: 
 
“Como entidade de classe que há 33 anos luta pelo fortalecimento das carreiras, o Sindpesp sabe que a vida das delegadas e de demais servidoras da Polícia Civil não é fácil. Inclusive, vamos tomar algumas medidas dentro das próximas semanas para chamar a atenção do Estado quanto à atual condição de trabalho de grávidas da corporação”. 
 
Palestras
 
O evento “Quem cuida também precisa de cuidados!”, promovido pelo Sindpesp, foi organizado com o objetivo de proporcionar reflexão e levar informação sobre bem-estar, a saúde física e mental e os cuidados pessoais de quem atua na Polícia Civil: 
 
“As mulheres têm o dia a dia muito atribulado. São muitos os desafios e as cobranças. Este é um momento preparado com muito carinho pelo Sindpesp para todas vocês. Temos nossas tarefas diárias, mas também temos de parar para respirar e repensar sobre o nosso bem-estar e o que podemos mudar em nossas rotinas para termos mais qualidade de vida”, definiu a vice-presidente do Sindpesp, Márcia Gomes. 
 
No auditório do Sindicato, em São Paulo-SP, foram ministradas várias palestras. “Alertas e cuidados com a Síndrome de Burnout” foi o tema dos especialistas Fabrício Notary e Gisele de Oliveira, do Instituto da Mente. 
 
Já a dermatologista Thálita Eufemia Rodrigues falou sobre “Cuidados com os cabelos e o skin care diário”.
 
“A importância da imagem pessoal como ativo indispensável na busca dos objetivos e da autoestima e a comunicação por meio das cores para uma primeira impressão de impacto” foi o tema da consultora de imagem Hanne Kiss, seguida da palestra “Gerenciamento do envelhecimento”, com Samilles Lira.
 
Delegadas que participaram das atividades concorreram a diversos sorteios de presentes oferecidos pelos palestrantes.