domingo 21 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Cidades registram 1 morte violenta a cada 30 horas, aponta pesquisa

06 junho 2017 - 08h00

Cinco cidades da região registram uma morte violenta a cada 30 horas. A informação foi divulgada ontem, de acordo com dados do Atlas da Violência 2017, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). De acordo com o levantamento, os municípios contabilizaram 293 mortes violentas, sendo 234 homicídios e 59 por causa indeterminada. Os dados têm como base o ano de 2015. O Atlas da Violência 2017 analisou dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde e informações dos registros policiais publicadas no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do FBSP. O atlas também elaborou um ranking das cidades menos violentas, com mais de 100 mil habitantes. O município menos violento da região é Ferraz de Vasconcelos, que ficou em 69º lugar no País. O ranking conta com 304 municípios. A cidade teve taxa de 17,3 considerando os homicídios e as mortes violentas não identificadas (MVCI), com 25 e sete casos, respectivamente. Mogi das Cruzes tem a segunda melhor colocação da região e está na 75ª colocação entre as menos violentas. A cidade obteve índice de 19,1, com 65 homicídios e 16 mortes não identificadas. Poá ficou na terceira colocação na região e na 83ª do País, com índice de 20,2. Ela é seguida por Suzano, que ficou no 112º lugar no ranking nacional, com taxa de 24,5 e 46 homicídios e 24 falecimentos não identificados. Itaquá teve o pior desempenho do Alto Tietê com a 114ª colocação no ranking. MAIS VIOLENTAS A cidade mais violenta do País é Altamira (PA), com taxa bem maior do que os municípios da região: 107, com 114 homicídios e duas mortes violentas não identificadas. A segunda mais violenta é Lauro de Freitas (BA), com índice de 97,7. As regiões Norte e Nordeste somam 22 municípios no ranking dos 30 mais violentos em 2015. Em todo o País foram contabilizados 59.080 homicídios. Isso significa 28,9 mortes a cada 100 mil habitantes. Os números representam uma mudança de patamar nesse indicador em relação a 2005, quando ocorreram 48.136 homicídios.

Deixe seu Comentário

Leia Também