domingo 21 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Clínica Saint Nicholas compra antigo Hospital Campos Salles

DS apurou que pessoas estão indo até a unidade perguntando se no local funciona a clínica

26 julho 2017 - 09h21Por De Suzano
Os proprietários da Clínica Saint Nicholas, de Suzano, compraram o antigo Hospital e Maternidade Campos Salles. Mais detalhes sobre a compra serão divulgados nos próximos dias. O DS apurou que pessoas estão indo até a unidade, localizada na Rua Sebastião Luiz, no Centro, perguntando se no local funciona a clínica, e para entregar currículos.
 
A clínica possui duas unidades, localizadas na Rua 27 de Outubro, em Suzano. No local são feitos exames, como endoscopia, raio-x e ultrassonografias, além de atender especialidades, como Oftalmologia, Dermatologia e Cirurgia Geral. Os proprietários da clínica, Maurício e Marcelo Godofredo - que já foi interventor da Santa Casa de Misericórdia - foram procurados pelo DS, mas não foram encontrados. A reportagem obteve a informação de que os dois estão em um congresso fora da cidade. O então proprietário do prédio, onde antes funcionava o Hospital Campos Salles, Ahmad Yossef Saleh - que é proprietário da Clínica Poá D’or - também foi procurado, porém a reportagem não conseguiu contato, já que ele está fora do País.
 
Campos Salles
 
O antigo Hospital Campos Salles encerrou o atendimento em dezembro de 2010, pouco mais de um ano após o outro hospital da cidade - São Sebastião - ter fechado às portas. Na ocasião, não foram dadas explicações sobre o fechamento. A Samcil havia anunciado que o local passaria por reforma, para depois ser reaberto, o que nunca aconteceu. Pouco tempo depois, surgiram notícias de que outros hospitais da rede foram fechados por dificuldades financeiras.
 
O hospital tinha sido dado como garantia ao Banco Pine. A dívida chegava a mais de R$ 18,9 milhões. O valor tinha que ser quitado em 15 dias, já que o imóvel estava em “alienação fiduciária”, que é a transferência de um imóvel do devedor para o credor como garantia de cumprimento da obrigação.
Após o fechamento, a Santa Casa - que tinha duas unidades, sendo a segunda no antigo Hospital São Sebastião - começou uma reforma no local para implantação de uma terceira unidade.
 
Posteriormente, o prédio foi arrematado em um leilão pelo diretor da Clínica Poá D’or, Ahmad Youssef Saleh. No local, foi implantado um hospital particular, o Suzancor. A unidade foi aberta em 2016 e funcionava como Pronto-Atendimento, mas pouco tempo depois fechou às portas.

Deixe seu Comentário

Leia Também