domingo 19 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Com alta em outubro, região chega a 81 pessoas assassinadas em 2022

Mês registrou 11 assassinatos, sendo um a mais do que os dez registrados em setembro, segundo levantamento da SSP

30 novembro 2022 - 08h00Por Daniel Marques - de Suzano
O Alto Tietê atingiu em outubro a marca de 81 homicídios dolosos em 2022. O mês registrou 11 assassinatos – um a mais do que os dez registrados em setembro.
 
Dados de um balanço realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP) mostram que, de setembro a outubro, houve aumento de homicídios em Mogi das Cruzes – que passou de dois casos para cinco – e em Salesópolis, que não havia registrado assassinatos no mês nove e, no mês dez, teve o assassinato de um menino de seis anos pela própria mãe. 
 
Ele teve o corpo perfurado com pedaços de madeira em um dos crimes mais chocantes deste ano na região.
 
As demais cidades mantiveram seus números iguais e, em Suzano, houve queda em mortes. 
 
Foram três em setembro, mas a cidade zerou homicídios em outubro.
 
CIDADES DA REGIÃO
 
Além de Suzano, Arujá, Biritiba Mirim, Guararema, Poá e Santa Isabel não tiveram assassinatos em outubro. 
 
Em contrapartida, Itaquaquecetuba teve três homicídios, enquanto Ferraz computou dois casos – os números nas duas cidades foram os mesmos do mês retrasado.
 
Dos 81 assassinatos registrados em 2022, Itaquaquecetuba foi a cidade que mais teve casos, se mostrando a mais violenta da região em homicídios, com 21 registros. 
 
Depois vem Mogi das Cruzes, com 20 assassinatos. Ferraz aparece em terceiro, com 17 boletins registrados com esse crime. 
 
Já Suzano teve 13 assassinatos.
 
Segundo o balanço da SSP, as cidades de Biritiba Mirim e Guararema não registraram homicídios em 2022.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também