terça 21 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Acolhimento

Comissão das Mulheres Advogadas celebra 25 anos de atendimento e combate à violência doméstica

OAB Suzano promoverá evento alusivo à data nesta sexta-feira (17/05), a partir das 10 horas, na Sala Rosa

15 maio 2024 - 12h25Por da Reportagem Local

A 55ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Suzano), por meio da Comissão das Mulheres Advogadas, chegou a 25 anos de atendimentos e combate à violência doméstica. Para marcar a data, celebrada na última segunda-feira (13/05), a comissão vai promover um café da manhã especial nesta sexta-feira (17/05). O evento será a partir das 10 horas na Sala Rosa, sediada na Delegacia de Defesa da Mulher - DDM (rua Presidente Nereu Ramos, 302 - Jardim Santa Helena).

A ação celebra o aniversário de um marco para a Advocacia que, desde 1999, atua no atendimento às vítimas de violência doméstica, iniciando os trabalhos na Casa do Advogado e posteriormente realizando plantão na Delegacia Central. Visando acolher e fortalecer as vítimas de violência doméstica e familiar, a Sala Rosa de Suzano foi fundada para garantir acompanhamento psicológico e resolução de demandas no campo da defesa dos direitos do público feminino. Desde agosto de 2015, o equipamento é integrado à DDM, sendo um importante polo na rede de apoio ao público feminino do município.

A presidente da comissão organizadora e coordenadora da Sala Rosa, Maria Margarida Mesquita, pontua que o espaço é uma verdadeira referência em termos estaduais, servindo à população com cerca de cem atendimentos mensais. “Conferir um acompanhamento especializado é fundamental, especialmente quando consideramos a realidade que o público feminino infelizmente vive no Brasil. Junto à delegada titular da DDM, a Dra. Silmara Marcelino, trabalhamos em conjunto para ser o suporte necessário no combate ao feminicídio e em outras questões diversas, e nesta sexta celebraremos essa trajetória de luta e resiliência”, relatou.

Por sua vez, o presidente da OAB Suzano, Fabrício Ciconi Tsutsui, apontou que as mulheres que são vítimas de violência precisam se sentir seguras e, em Suzano, a Sala Rosa cumpre uma função primordial. “Temos uma extensa rede de apoio na cidade que garante assistência não só para a mulher, mas também para seus filhos. As advogadas da Sala Rosa promovem um atendimento humanizado às mulheres que já estão fragilizadas por conta destas situações, algo que reconhecemos grandemente. A atual diretoria da subseção reconhece e cumprimenta todas as advogadas, em especial as advogadas presidentes da Comissão das Mulheres da OAB Suzano, que ao longo desses 25 anos realizaram e realizam um trabalho tão importante para a sociedade”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também